Moda & Beleza

Colhendo os louros – 78ª edição da BIJOIAS, maior feira do setor da América do Latina, reúne compradores nacionais e internacionais e faz a roda da economia girar

A qualidade, criatividade e sofisticação inconfundíveis das joias, semijoias e bijuterias brasileiras foram a tônica da feira realizada em São Paulo, no Centro de Convenções Frei Caneca, promovida pela B8 Eventos, que tem como diretora executiva, Vera Masi. Por lá, cerca de oito mil compradores, público alvo do evento, percorreram os corredores e lounges para conferir as belíssimas criações de mais de 150 expositores

Publicado em 21/08/2017 | Por Heloisa Tolipan

Foi um prazer conferir durante dois dias, na semana passada, e bater pernas em um total de 18 horas pelos corredores de dois andares do Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, mergulhando intensamente no potencial da 78ª edição da BIJOIAS, a maior feira acessórios, bijuterias, joias de prata, folheados e semijoias da América Latina, que tem à frente a todo-poderosa Vera Masi como diretora.

A Bijoias, promovida pela B8 Eventos, tem como diretora executiva, Vera Masi

A Bijoias, promovida pela B8 Eventos, tem como diretora executiva, Vera Masi

Para você que adora moda, o site HT vai sintetizar logo aqui os trends da temporada Verão 2018 explicados por Vera e sua equipe para que tenha uma síntese de tudo o que verá nas fotos apresentadas nesta matéria e que eu pude conferir in loco. O estilo urbano com uma pegada esportiva está cada vez mais forte nas ruas. Os acessórios são geométricos, com detalhes em couro e correntes deixam as produções mais descontraídas e atuais. O que foi batizado de Feminino Moderno é um mix entre a mulher forte e empoderada do século 21 com o eterno romantismo expresso em flores e laços coloridos. São acessórios maiores, mais elaborados (exemplo: flores e folhas em 3D) e tons intensos. Os anos 80 que vimos de volta às passarelas dos desfiles de moda também vão estar refletidos nos acessórios grandes, com muitas cores, formas retas, longas e pontuadas, além das franjas. Com o mundo totalmente globalizado e a vontade de se conhecer o passado, o estilo étnico não sai de cena nunca. Há uma mistura de elementos e estilos de povos diferentes com muitas cores, grafismos e animal print. E, por fim, o tropical, nosso cartão postal no mundo é o reflexo da estação mais quente do ano e as bijuterias e semijoias aparecem repletas de cores intensas, pedras brasileiríssimas e elementos como flores, frutas, plantas e animais.

Como frisei nas matérias publicadas anteriormente, o que há de mais criativo e sofisticado em joias, semijoias e bijuterias brasileiras foi a tônica da maior feira do setor da América Latina. O firmou a chancela como o maior destinado exclusivamente a profissionais do segmento. Foram cerca de 150 expositores, entre renomados fabricantes e designers, apresentando seus lançamentos. A realização é da B8 Eventos, que tem como diretora executiva, Vera Masi, e os números continuam grandiosos mesmo em momento turbulento na economia e política do país. São mais de R$ 30 milhões em negócios a cada edição, mais de 8.000 visitantes do Brasil, América Latina, Portugal e Inglaterra. 80% do público são mulheres das classes A e B entre 28 e 50 anos.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vera é plural e sabe que a simbiose moda e arte é perfeita, Por isso convocou a artista plástica Aline Fraga, formada em design de moda pela faculdade de Belas Artes de São Paulo, para fazer uma intervenção nas paredes da BIJOIAS em um belo trabalho em sintonia com as bijuterias. A artista atualmente realiza trabalhos de pinturas em paredes, telas e objetos personalizados, nos quais busca interpretar a essência do cliente em forma de arte.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No meu bate-papo com Vera Masi sobre o trabalho à frente de uma das feiras mais longevas do país, ela contou que a BIJOIAS está há 30 anos no mercado e é o maior evento profissional de bijuterias, acessórios, joias de prata, folheados e semijoias da América Latina. São realizadas quatro edições ao ano, sempre próximas a datas importantes do varejo. O evento apresenta aos compradores nacionais e internacionais, as novidades de cerca de 150 expositores, entre renomados designers e tradicionais nomes da indústria. Destinado exclusivamente a lojistas, revendedores, atacadistas, distribuidores e profissionais do setor, desde o começo a BIJOIAS adotou o sistema de venda pronta-entrega e repensou o timing dos lançamentos para atender aos desejos imediatos do consumidor. Antes mesmo de se ouvir falar sobre a expressão “see now, buy now”.

Sobre os tempos difíceis na política e na economia nacional, Vera analisou que  o ano é de crise para todos os setores, exigindo agilidade e criatividade dos empresários. “No entanto, acredito que em momentos de crise crescem mais aqueles que confiam no seu negócio e atuam com agilidade e rapidez. O mercado de acessórios, bijuterias, joias de prata, folheados e semijoias deve se manter estável mesmo em um momento de incertezas econômicas, pois os acessórios podem mudar completamente um look e, com isso, tornar o guarda-roupa mais versátil. Apenas trocando o acessório é possível sair do trabalho direto para um jantar ou happy hour”, afirmou.

Vera acredita que a BIJOIAS possui um formato dinâmico, que acelera o contato entre os expositores e lojistas, tendo a pronta-entrega como uma grande estratégia de negócios que a consagrou como a maior referência no setor. Os compradores sabem que é o melhor local para conhecer os lançamentos e realizar pedidos. Tudo isto com a confiança de que suas encomendas realizadas no evento serão entregues no prazo combinado, pois as marcas que fazem parte da feira passam por um rigoroso processo de avaliação e termos de confiança de que a empresa está habilitada a atender aos pedidos no timing programado.

Mas como ter sempre um diferencial? “Estamos sempre buscando novidades em todas as áreas para conseguir manter o padrão de qualidade exigido por nós e pelo mercado. Também procuramos fornecedores e parceiros que ofereçam o melhor em cada serviço e trabalhem com o mesmo espírito de inovação que acreditamos”, apontou a diretora. E tivemos a grata surpresa de poder conhecer os novos integrantes do espaço ECO + DESIGN, que atrai cada vez mais marcas com foco em sustentabilidade, que produzem acessórios desenvolvidos com material reciclado ou de reaproveitamento. Atualmente, moda e o consumo consciente caminham juntos e mostram como unir dois temas importantes com facilidade. As marcas participantes foram: Da Tribu, Grupo Canoa, Maria das Candongas, Redeiras e Sherol Vinhas. O trabalho da Associação de Artesãs Redeiras do Extremo Sul é sensacional. As artesãs trabalham com o material descartado pelos pescadores, desde escamas de peixe, até redes de pesca. E fazem as bolsas, carteiras, acessórios e biojoias com design diferenciado mais incrível do mundo. A Da Tribu batizou a coleção de Pontear e trabalhou com redes, trançados e elementos naturais desenvolvidos a partir de madeira reaproveitada, papelão e látex. Sherol Vinhas faz um trabalho lindíssimo com colares e brincos em flores e pedras em latas diamantadas. Amei os braceletes em aro de latas. Verdadeiro ecojoia com ecodesign. A Maria das Candongas foi criada por Cláudia Lorenzon Stadolny, que cria suas bijuterias finas e originais, utilizando cristais, cascalhos, muranos e sementes. Segundo ela, foi exatamente pelas sementes, cascas e madeiras que a paixão bateu mais forte, impulsionada por pesquisas na área, resolve inovar e dar maior ênfase na criação de “biojóias”. “Hoje, a marca de biojóias traduz um jeito brasileiro de ser, enaltecendo a biodiversidade e a preocupação com o meio-ambiente de nosso país e o planeta como um todo, na conscientização de suas riquezas naturais. Transferindo para cada peça criada, uma história, uma cultura, um momento de cada trabalhador rural que sobrevive através da colheita e acabamento das sementes utilizadas”, afirma.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Além de apreciar as bijuterias, folheados, semijoias e itens em prata, fiquei encantada como sempre com os estandes de outros acessórios que a feira apresentou. Lá estava minha amiga querida e uma das designers mais criativas Patrícia Maranhão. Em sua grife homônima, a designer cria bolsas que falam por si só. Gatinhos, placas, frases, olhos e beijos ganham espaço em belíssimas clutches em madeira que já se tornaram símbolo da marca. Como já nos contou a designer expõe as apaixonantes clutches que, mais do que um acessório de moda, também tem uma função social. Segundo ela, suas criações em madeira são para brincar e dar motivo para conversar. “Eu quero fazer bolsas que chamem as pessoas para interagir. Quem sai com uma bolsa de casinha ou de beijo, por exemplo, não volta para casa sem ter conversado com algum desconhecido na rua. Sempre tem alguém que brinca com a bolsa e que acaba puxando assunto. E é isso o que eu quero”, explicou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A designer Sandra Fukelmann é a idealizadora das bolsas artesanais repletas de cores e detalhes mil que já estão nos closets de Madonna e Julianne Moore. Desde criança ela adorava pegar as bolsas das amigas da mãe para colocar pequenos enfeites. Hoje, ela confecciona uma a uma manualmente, como verdadeiras joias exclusivíssimas. Sandra borda suas bolsas únicas com pedras, pérolas, cristais, mini flores de crochê, pompons em texturas diversas. Uma explosão de criatividade e ineditismo. Só para a BIJOIAS ela criou 300 peças, cada uma diferente da outra. Puro luxo!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Percorri todos os estandes dos dois andares da feira em um universo plural como o apontado por Vera Mais. As belíssimas coleções reforçaram a criatividade que os brasileiros possuem em tempos de crise. Com apostas inovadoras e que muitas vezes eram soluções para atravessar o obstáculo da crise financeira, os designers que expuseram suas peças na feira tinham a qualidade e a sofisticação como elementos em comum e unânimes. O fato é que as bijuterias e semi joias estavam repletas de elementos inovadores para todos os gostos e bolsos dos mais diversos compradores nacionais e internacionais.

Vem comigo em um novo passeio pós preview pelos corredores da BIJOIAS:

Lázara Design – A grife mineira desenvolveu uma coleção casual com o tema Faça do seu dia a dia um tapete vermelho, que traz maxicolares, brincos, chokers e pulseiras produzidos com cristais, fios, pérolas e couro. Entre os destaques da estação estão as tramas, tranças, penduricalhos, florais e geométricos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Lavish by Tricia Milaneze – A coleção Fractal foi inspirada na autenticidade da natureza, sua geometria orgânica, reflexos e movimentos através de cores suaves e degrades. Os acessórios são desenvolvidos na técnica do crochê, tecidos no fio de cobre banhado no ouro 18k com cristais e vidrilhos importados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Exia – O tema Pequenos Tesouros foi dado à coleção de peças atemporais e clássicas, que fazem diferença em um look. A Exia traz ao mercado brasileiro a inovação da produção de semijoias no processo de eletroformação, com peças volumosas, leves e design diferenciado em banho ouro e paládio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

New Gold Semi Joias – Aneis, muitos aneis, alianças com brilhos, brilhos, brilhos. O que uma mulher adora. Destaque ainda para navete off-white, os famosos aneis de pizza e aparador de navetes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Diviníssima – O Verão 2018 será repleto de muito brilho, maxibijuterias e destaque para as argolas. Os aneis, brincos e colares seguem a aposta de cores fortes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Izolô – Coleção contemporânea, repleta dos braceletes que fazem a festa do pulseirismo em homens e mulheres. A tônica é uma sintonia entre as bijuterias para ela e para ele. Amei a série com os salmos e com a libélula, que, além de atrair positividade, é símbolo de rapidez e renovação após períodos de dificuldade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Maria Santa – A marca de Caxias do Sul apresentou a coleção multicolorida e repleta de pedras batizada Mãos do Mundo, inspirada na diversidade cultural, com peças únicas e especiais produzidas em cristais, pedrarias e resinas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Le Diamond – Uma viagem aos anos 80 com os mais lindos acessórios, clutchs e cintos. Adoro que a grife batiza cada item de sua coleção como brinco Tereza – “para você que gosta de ser neutra sem perder a força e a classe”,brinco Ivete – “para você que ama um vermelho cheio de poder”, brinco bubble armada – “para você que não dispensa um rosinha”. A marca mostra que depois da argola, do choker e do mix de anéis, chega a vez do maxibrinco voltar a triunfar no mundo das bijoux fashionistas – ainda mais se ele tiver uma bola de paetês, acrílico ou metal em sua composição.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Rincawesky – Argolas mil que fizeram a cabeça de Fernanda Lima, Ana Hickmann e Cláudia Leitte. Amei também uma linha religiosa com terços em strass e pedras brasileiras. Os brincos bubble de vidrinho também são um sucesso, além de bijoux com formas geométricas bem anos 80. Destaque para os colares longos e o fofo Biscoito da Sorte. Ele acompanha uma plaquinha com mensagens feitas especialmente para vocês, são vários modelos de mensagem, escolha sua frase favorita e presenteie aquela pessoa que você tanto ama.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gabriela Pires – A grife paulistana apresenta a Moiras Gregas, uma coleção Boho Chic que traz a leveza e sofisticação de linhas e fios trançados envolvidos em cristais Swarovski e pedras naturais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nina Fiori – Em vez de restringir suas coleções a um único tema, a marca seleciona as últimas tendências do mercado e produz uma coleção que atende todos os públicos, desde a mulher mais clássica, até a mulher que se interessa por peças modernas. Os acessórios contam com uma variedade de pedras e cristais, pérolas e zircônias, nos banhos de ouro, grafite e paládio. Entre os lançamentos estão os colares de pedra natural, chokers de veludo, brincos e pulseiras.

Este slideshow necessita de JavaScript.

VF Pedras do Brasil – As semi joias com as mais lindas pedras. São brincos, aneis e pulseiras em ágata vermelha, preta, quartzo rutilado dourado, citrino, prasiolita e ametista, ágata azul céu, entre outras preciosidades.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Bless – Pedras e cristais lapidados e aposta em composição de várias peças delicadas em um mesmo look.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Possebon Joias – Especializada em joias folheadas e pedras naturais, a marca traz a coleção Lumiére, com foco em festas e eventos especiais. Os acessórios são desenvolvidos com pedras naturais, zircônias e folheação em ouro, prata envelhecida, ródio negro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Korpusnu – Jardins do Mar é o tema da nova coleção que destaca a fauna e flora marinhas nos lançamentos desenvolvidos em metal e cristais Swarovski. Os banhos são em ouro e prata envelhecidos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisas relacionadas