Gente & Comportamento

Triângulo amoroso desfila versão inversa de “Dona Flor e seus dois maridos” na passarela da TNG

Trio de ouro de “Em Família” compôs o backstage mais badalado do terceiro dia do Fashion Rio

Publicado em 11/04/2014 | Por Heloisa Tolipan

Como tradição a TNG aposta no frenesi  no seu camarim  com as cerejas bolo globais. Dessa vez, a grife apostou no trio de sucesso da novela “Em Família”: Reynaldo Gianecchini, Giovanna Antonelli e Tainá Müller, que traz ainda na manga o enredo polêmico anti-caretice, anti-moralismo e anti-homofobia da vez.  Mas o resultado até que foi bem singular, com uma versão inversa de “Dona Flor e Seus dois Maridos” na passarela entre os atores que vivem um triângulo amororso na novela das oito. Afinal, ver o galã Gianecchini segurando no bumbum de Giovanna Antonelli e Tainá Müller com pose de “é tudo meu aqui” é muito mais do que assistir a um beijo lésbico na TV.

O próprio ator assumiu a alusão à antológica cena de “Dona Flor e Seus Dois Maridos”quando Vadinho (nosso já saudoso e inesquecível José Wilker) coloca a mão nas nádegas de Sônia Braga, que também caminha ao lado de Teodoro (Mauro Mendonça). As moças adoraram, acharam o máximo, como mostra Tainá Muller: “Ai foi um barato, além de adorar conviver com eles nas gravações, ainda participar dessa brincadeira, é muito bom e muito divertido”, comenta. Já Giovanna se mostrou bem à vontade, contando em exclusiva ao nosso site HT que não e a primeira vez que desfila. “Já desfilei várias outras vezes. Eu gosto, é uma emoção incrível, mas hoje teve um tempero a mais, não podia deixar de entrar com eles, né? Dá um frio na barriga, mas me sinto bem na passarela”. E sobre a sua participação na trama polêmica, ela respondeu que não viveria na vida real um triângulo amoroso, mas considera respeitável a abordagem. “É sempre importante mostrar que existem diferentes formas de amar, de viver e de desfrutar a vida”, diz.

Além dos suspiros, gritinhos, e tudo o que causa uma celebridade quando risca a passarela, rolou depois do desfile um badalo de primeira no backstage, regado a champanhe, com todos querendo saber se vai rolar o tal beijo gay na novela ou se o triângulo amoroso vai se estabelecer de uma vez com todos os personagens. Mas ninguém quis fazer o Maneco e ditar o enredo da trama. Foi o que sinalizou o galã do trio: “Não sei, eu acho que seria legal. Mas quem decide é o Maneco, né? Só ele pode responder”, disse. Reynaldo é familiarizado com o mundinho fashion e diz se identificar com a marca que desfilou e que adora assumir um lado mais basicão. “Sou o típico cara de jeans e camiseta”, diz. Pudera, o galã pode vestir o que quiser!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisas relacionadas