Gente & Comportamento

#TodosContraOTráficodePessoas: a manifestação de Ivete e outras celebs nas redes sociais

A campanha também contou com o apoio da dramaturga Glória Perez, Lilia Cabral, Reynaldo Gianecchini, Kaysar, Luiza Possi, Marco Pigossi, fazendo um alerta para a questão que atinge 25 mil pessoas por ano no Brasil

Publicado em 30/07/2019 | Por Heloisa Tolipan

*Por Fernanda Quevedo

O Brasil é um dos países que estão na rota mundial do tráfico de pessoas. Este é o terceiro principal negócio ilegal no mundo que mais movimenta dinheiro, perdendo só para o contrabando de armas e drogas. Nesta terça-feira (30), dezenas de artistas, músicos e humoristas solidarizaram com a campanha #TodosContraOTráficodePessoas, criada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em parceria com a ONU Brasil. Artistas como Ivete Sangalo, Lilia Cabral, Reynaldo Gianecchini, Kaysar, Luiza Possi, Marco Pigossi, entre outros, compartilharam a publicação que diz: “Hoje, 30 de julho é o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, que é a comercialização de seres humanos para exploração sexual, trabalho escravo, entre outras. Segundo a ONU, o tráfico atinge 25 mil pessoas por ano no mundo. Se junte a nós e faça sua parte”. Quem também fez seu manifesto digital, foi a autora Glória Perez, que já retratou esta temática na novela “Salve Jorge” em 2012, onde a atriz principal vivida por Nanda Costa foi vítima do crime. “Precisamos falar mais deste assunto e buscar os canais de denúncia. Precisamos entrar nessa luta juntos, pois ela é uma questão de todos nós”, declarou a atriz Luana Xavier, que também aderiu ao manifesto. 

Glória Perez retratou esta temática na novela “Salve Jorge” em 2012, onde a atriz principal vivida por Nanda Costa foi vítima do crime

O estilista Dudu Bertholini e Camila Coutinho publicaram vídeos das oficinas de moda que fazem parte da campanha. Pessoas em diversas situações de vulnerabilidade, tais como mulheres, trans, migrantes e refugiada/os, são público alvo da oficina que faz parte da campanha. A população também foi convidada a gravar vídeos para endossar ainda mais a proposta de alerta. Todo o projeto de conscientização prevê debates, mostras de fotografia, audiências públicas, entre outras atividades em todo o Brasil. 

Camila Coutinho deu oficina de moda pra pessoas que estão em estado de vulnerabilidade social

O tráfico consiste na comercialização de seres humanos para a o trabalho escravo, remoção de órgãos, adoção ilegal, e especialmente para a exploração sexual. Qualquer pessoa que colabore com esta prática, como transportar, recrutar e alojar vítima, também será responsabilizada, já que o Brasil tem leis apropriadas e eficazes para isso. O MPT afirma: “Os dados mais recentes apontam que a maior parte das pessoas é vítima do tráfico para fins de exploração sexual ou trabalho escravo são mulheres. Apesar da lei, a subnotificação e a insuficiência de dados confiáveis permanecem um grande desafio para o enfrentamento ao problema. Globalmente, o número de vítimas aumenta a cada ano, embora isso possa ser atribuído tanto ao aumento no volume de pessoas traficadas quanto à maior capacidade de identificar vítimas”, ressalta o órgão público. 

 

Artistas aderiram a campanha #TodosContraoTráficodePessoas do MPT e ONU

*Se desconfiar, denuncie: Disque 100, 180,  acesse www.mpt.mp.br ou baixe o aplicativo MPT PARDAL.

Pesquisas relacionadas