Gente & Comportamento

Saia da Caixa de Helen Pomposelli apresenta Livia Lima Rezende: uma história de aromas e sabores, um tempero para a vida

Formada em relações internacionais na PUC em BH, Livia completou um mestrado em História na Federal de São João Del Rey e agora está começando doutorado em História em Juiz de Fora, mas sua paixão, mesmo, são as criações de especiarias, massalas e chás da sua empresa AlBazaar. Vem entender!

Publicado em 05/07/2017 | Por Junior de Paula

* Por Helen Pomposelli 

Nosso “Saia da Caixa” de hoje vem cheio de aromas e sabores do mundo todo, falo de Livia Lima Rezende, com seus 29 anos, a mineira de São João Del Rey, que sempre foi uma apaixonada por especiarias, massalas e chás, e que realiza seu sonho de ter um negócio próprio, a Al Bazaar, pautado pelos seus valores e desejos. Sonho desejado, um passo para ser realizado! Há pouco mais de três anos, Livia deixou um emprego que durou quatro anos como coordenadora de importação e exportação em uma grande empresa de aviação executiva, a Líder Taxi Aéreo, em Belo Horizonte.

“O dia-a-dia era em um departamento onde se cuidava de peças de jatos, helicópteros e de aeronaves inteiras. Eu trabalhava num processo burocrático, arrendando as aeronaves para prestação de serviço”, diz Livia, aliviada do seu stress. “Sou muito grata a eles, mas não era o que eu queria para minha vida. E ainda tinha um agravante, eu morava numa cidade grande, isso significa muito trânsito e viver em apartamento, coisa que para concretizar o meu ideal também era de morar no interior e desfrutar uma vida menos acelerada”.

Formada em relações internacionais na PUC em BH, Livia completou um mestrado em História na Federal de São João Del Rey e agora está começando doutorado em História em Juiz de Fora. Os planos de vida da menina-moça, na verdade, são duas paixões paralelas: História, quando pesquisa sobre religiões afro-brasileiras, principalmente Umbanda, e presença dos chás como o uso medicinal, de purificação e limpeza usados nessas manifestações espirituais.  “Foi na graduação que eu me aproximei por essas duas coisas e vi que tinham pontos em comum. Sempre gostei de dar aula e quero manter as duas coisas, a pesquisa e o All Bazzar”

Segundo Livia, a Al Bazaar é uma pesquisa constante de especiarias, massalas e chás através da história, culturas, sabores e aromas. Atualmente, ela produz artesanalmente misturas de chás e temperos, baseadas em receitas milenares de diversos países. As especiarias são compradas importadas, e as ervas de pequenos agricultores, agricultores familiares.

Mas a transição não foi nada fácil, Livia gostava do que fazia na empresa, porém sabia desde o início que não era isso que queria para a vida, principalmente por viver numa capital. “Minha família sempre me apoiou, no inicio foi um susto, mas depois entenderam as minhas razões. Queria morar numa casa com jardim, numa cidade de interior perto da minha família, em São João Del Rey. Assim, resolvi dar uma chance aos temperos e chás, pois não acho com facilidade no Brasil um tempero bem feito de qualidade tipo o curry, as ervas de provence. A idéia da marca é oferecer além de um produto de qualidade, uma experiência sensorial”, explica Livia que, apesar de caminhos diferentes,  teve apoio da sua mãe, psicóloga, e do pai, médico especializado em neurologia.

“Eu gosto de brincar de misturar ingredientes orgânicos. Pego um pouco de sabores diferentes e complementares e separo os temperos e as ervas em grupo de sabor, adocicado, ácido e adstringente, realizando assim, uma combinação para chegar num resultado harmonioso. Se é muito ácido tento misturar com adocicado sem química. Quero sempre um produto único que seja interessante, perfumado e saboroso”, diz Livia que aponta como carro–chefe da marca, as especiarias puras em chás como o tradicional chá indiano Chai masala, o tempero do Egito feito à base amêndoas e as misturas artesanais de especiarias como o curry artesanal. “O curry é mais conhecido, mas normalmente quem prova o meu, se apaixona na hora”.

E na hora de “ Sair da Caixa”, Livia aconselha: “Acredito que o segredo para quem quer mudar radicalmente de vida é, antes de reunir coragem para o passo decisivo, estudar muito. Deixar se mover pela paixão e pelo desejo, sem perder o foco é a melhor forma de ter sucesso. Passei mais de ano lendo sobre o mercado de especiarias, testando receitas, buscando informações sobre fornecedores e consumidores antes de efetivamente jogar tudo pro alto. Persistência e paciência também são super importantes, já que às vezes o destino dá algumas voltas antes de chegar onde queremos!”.

Leia Mais: “Saia da Caixa”: Helen Pomposelli assina nova coluna do site HT e abre espaço para quem pensa e age diferente. Saiba mais!

Leia Mais: Saia da Caixa de Helen Pomposelli apresenta Daniel Chor: o nome por trás do Bazzah, que vem dando o que falar no universo virtual – e real

Leia Mais: Saia da Caixa de Helen Pomposelli conta a história de Nina Corrêa, criadora da Bordu, marca na qual ela borda com linha, monogramas, palavras e símbolos em algodão cru

Leia Mais: Saia da Caixa de Helen Pomposelli apresenta Chloé d’Archemont: Que tal descobrir uma maneira de viver melhor experimentando um “Detox de Alma”? 

Pesquisas relacionadas