Gente & Comportamento

Saia da Caixa de Helen Pomposelli apresenta Chloé d’Archemont: Que tal descobrir uma maneira de viver melhor experimentando um “Detox de Alma”? 

Chloé d'Archemont, aos 24 anos, é psicóloga especializada em astrologia, formada na PUC e na Candido Mendes respectivamente, e não tinha dúvidas desde pequena que seu caminho era reunir as duas terapias para ajudar pessoas. Vem ler!

Publicado em 21/06/2017 | Por Junior de Paula

*Por Helen Pomposelli

Chloé d'Archemont em fotografias de Miguel Moraes

Chloé d’Archemont em fotografias de Miguel Moraes

Projeto criado por uma pessoa que tem um sorriso “da paz” e jeito leve de ser, Chloé d’Archemont, aos 24 anos, é psicóloga especializada em astrologia, formada na PUC e na Candido Mendes respectivamente, e não tinha dúvidas desde pequena que seu caminho era reunir as duas terapias para ajudar pessoas.

Segundo Chloé, o “Detox da Alma” tem o intuito de fazer com que as pessoas se sintam melhor em cima de três pilares: astrologia, alimentação saudável e a yoga. “A idéia é orientar as melhores formas da pessoa exercer o contato com a espiritualidade e seu corpo físico. Juntos, esses três pilares fazem com que a pessoa tenha uma experiência de auto-conhecimento profundo e contato com a alma dela”, explica a psicóloga que oferece o detox na pousada Vila da Santa, situada em Búzios.

Chloé d'Archemont em fotografias de Miguel Moraes

Chloé d’Archemont em fotografias de Miguel Moraes

Filha do conde francês Pierre Le Marie d’Archemont e de Bettina d’Archemont, a psicóloga, que sempre viveu numa atmosfera francesa, diz: “ Desde criança, sempre perguntei aos meus amigos e familiares os seus signos para preencher uma lista enorme que eu tinha”, explica a sua vocação, Chloé nossa querida “Saia da Caixa” de hoje.

“Eu sempre fui meio a estranha da família, mas sempre tive força por eles para seguir meu caminho”, diz a psicóloga, que, desde 2015, é vegetariana após uma experiência em Piracanga, uma comunidade ecovillage na Bahia, onde se formou em um curso de leitura de aura e voltou se aceitando e ainda mais certa do que queria. “ Fiz um retiro com imersão, trabalhando cada chakra e me alimentando apenas com líquido”.

Chloé d'Archemont em fotografias de Miguel Moraes

Chloé d’Archemont em fotografias de Miguel Moraes

A escolha da psicologia não foi à toa, Chloé sempre buscou algo maior para se realizar, pois sempre foi sensível e com uma certa facilidade em captar a energia do outro. “Existem mecanismos e porquês de entender o que está acontecendo por trás de um problema. Na psicologia encontrei em Jung um casamento importante pra mim da psicologia com a astrologia. Mais especificamente no livro Sincronicidade, onde fala de todos os aspectos e influências astrológicas no jeito de ser de um ser humano”.

Tanto na sua linha terapêutica como no “ Detox da Alma”, Chloé escolhe a astrologia como base nos conhecimentos da psicologia, ou seja, antes de uma sessão astrológica, ela pergunta os pontos latentes e onde o cliente quer trabalhar, dando ênfase no mapa astral. “Na vida, ciclos se repetem através de sintomas. Você é capaz de mudar quando passa do inconsciente para o consciente”, diz.

Chloé d'Archemont em fotografias de Miguel Moraes

Chloé d’Archemont em fotografias de Miguel Moraes

Mas Chloé não pretende parar por aí, no futuro pensa em fazer a diferença de alguma forma, ou seja através projetos sociais, levando oportunidades e auto-conhecimento para quem não tem acesso a isso.  Ela acredita que o se que faz para o outro de bem, você recebe em dobro. “Estar no mundo de forma consciente é perfeito para tudo se encaixar e fluir com uma boa energia”.

Quando você pergunta para a menina-moça qual a melhor maneira de “ Sair da Caixa”, Chloé rapidamente diz: “Pensar na vida de maneira mais macro, de forma coletiva, não individual. O Autoconhecimento proporciona isso. Para pensar diferente, a primeira coisa a se fazer é voltar pra dentro, se autoconhecer e entender seus medos e qualidades e aí você vai conhecer a peça do seu quebra-cabeça que não é parecida com ninguém mais. Aí as coisas se abrem. Ver o mundo que habita realmente e não em sonhos. Todos nós estamos num mesmo globo, temos que prezar no mundo como um todo”.

Chloé d'Archemont em fotografias de Miguel Moraes

Chloé d’Archemont em fotografias de Miguel Moraes

Encantada!

Leia Mais: “Saia da Caixa”: Helen Pomposelli assina nova coluna do site HT e abre espaço para quem pensa e age diferente. Saiba mais!

Leia Mais: Saia da Caixa de Helen Pomposelli apresenta Daniel Chor: o nome por trás do Bazzah, que vem dando o que falar no universo virtual – e real

Leia Mais: Saia da Caixa de Helen Pomposelli conta a história de Nina Corrêa, criadora da Bordu, marca na qual ela borda com linha, monogramas, palavras e símbolos em algodão cru

 

Pesquisas relacionadas