Gente & Comportamento

Responsável pela lista do Folia Tropical, o promoter Léo Marçal contou seus critérios para convidar uma pessoa para o camarote mais badalado da Sapucaí

Em quatro anos de Folia Tropical, o promoter já foi responsável por levar artistas como Caetano Veloso, Grazi Massafera e Fernanda Lima para o espaço. Para este ano, Léo fez mistério e disse que prefere não revelar os nomes já confirmados. "Mas eu posso garantir que tem muita gente legal e interessante"

Publicado em 26/02/2017 | Por Julia Pimentel

Responsável pela lista do Folia Tropical, o promoter Léo Marçal contou seus critérios para convidar uma pessoa para o camarote mais badalado da Sapucaí

Léo Marçal é o responsável pela lista de convidados do Folia Tropical (Foto: Beto Gatti)

Valorização do Carnaval e do samba, comida e bebida de qualidade e ambiente super decorado e agradável. Os elementos do Folia Tropical, camarote mega disputado da Sapucaí que já está em seu quinto ano de sucesso, são os fatores essenciais para garantir uma ótima experiência na festa. Mas ainda tem uma questão que não pode ser esquecida: gente! Para fazer o Folia acontecer, convidados e clientes interagem juntos em um espaço que é dominado pelo clima familiar. Embora este tenha sido o primeiro camarote da passarela do samba que teve os ingressos vendidos, as celebs também sempre marcam presença em peso por lá. Responsável pela disputada lista do Folia Tropical, o promoter Léo Marçal contou de seu trabalho à frente do camarote.

Leia também: Luxo e excelência: às vésperas do Carnaval, fomos conhecer os destaques do Folia Tropical, o camarote mais disputado da Sapucaí 

Segundo o promoter, o Carnaval é um evento que já exige um determinado perfil de convidados. Diferente dos encontros corporativos e das festas que Léo costuma fazer durante o ano, para sua lista no Folia Tropical, ele contou que adota a estratégia de quem tem a cara do espaço. “A principal preocupação é chamar gente que, de fato, curte o Carnaval e tem essa energia no sangue. No Folia, eu sempre consegui fazer um trabalho diferenciado em que a qualidade dos convidados é mais importante que a quantidade”, explicou Léo Marçal, que já foi responsável por levar artistas como Caetano Veloso, Grazi Massafera, Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert. “São personalidades que trabalham muito e durante o ano todo não têm oportunidade de ir a festas e eventos com tanta frequência. Então, diante de um convite para um camarote tão especial como o Folia, eles aceitam de coração aberto”, completou.

Além dos luxuosos contatos de Léo Marçal, a excelência do Folia Tropical também é um fator que pesa bastante na hora de um artista do naipe de Caetano Veloso aceitar curtir o Carnaval de lá. Mas, para garantir que o camarote estará com inúmeros convidados de luxo, Léo destacou sua pluralidade comunicativa. “No meu trabalho, eu costumo dizer que preciso circular entre diferentes rodas e tribos de pessoas. Então, durante o ano inteiro eu vou convivendo com artistas, empresários, patricinhas e mauricinhos, que me ajudam a montar os perfis adequados para cada evento”, apontou Léo Marçal, que revelou que sua lista precisa ser aprovada de antemão pelos responsáveis do Folia Tropical. “Eu escolho alguns nomes e mando para o escritório para ver o que eles acham. Como este é um camarote que é majoritariamente de venda, as pessoas que eu chamo precisam ser realmente muito especiais. É claro que de vez em quando aparece alguém que não estava na lista e eu não tenho como negar, mas o cumprimento da quantidade estipulada é uma preocupação muito grande”, contou.

Para este ano, Léo Marçal não adiantou os confirmados de sua disputada lista. Em uma mistura de superstição e mistério, o promoter preferiu fazer suspense e deixar para que descubramos só lá na Sapucaí. “Eu não gosto muito de falar antes quem já está confirmado porque nunca se sabe. Mas eu posso garantir que tem muita gente legal e interessante e que as listas de domingo e segunda-feira, dias dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial, já estão quase fechadas”, disse Léo Marçal que, este ano, irá levar nomes que nunca pisaram na avenida e outros que já fazem parte da família Folia Tropical. “Eu estou super ansioso para que comece logo a festa. Eu acredito que esse ano o camarote vai ser ainda melhor que no ano passado, se é que isso é possível, e que mais uma vez faremos história na Sapucaí”, afirmou.

Sem revelar nomes, Léo adiantou que em 2017, mais uma vez, o Folia será o camarote escolhido por diversas celebs (Foto: Beto Gatti)

Nesta missão há quatro anos, Léo Marçal comemorou a oportunidade de trabalhar com o Carnaval. Ele, que sempre foi apaixonado pela festa e antes de fazer parte do camarote já havia desfilado e ido à passarela do samba para assistir, disse que esta era a experiência que faltava em seu currículo estrelado. “Quando o Guilherme Barros e o Mickael Noah, responsáveis pelo Folia Tropical, me convidaram para o projeto há quatro anos, eu não tinha como recusar. Era o convite que faltava para a minha carreira como promoter. Quando comecei, o camarote ainda era no setor dez e tinha uma estrutura menor. Então, ver hoje o Folia crescendo e se tornando o principal espaço da Sapucaí é uma sensação maravilhosa”, comentou Léo, que foi além: “É um trabalho que a gente nem sente. Além de ser uma festa incrível e que todo mundo ama, a equipe é sensacional e todos, de fato, estão juntos em prol de um mesmo objetivo”, completou.

Se a correria às vésperas do Folia Tropical já não fosse suficiente, Léo Marçal contou que tem outros projetos paralelos ao badalado camarote. Além de assinar a lista de lá, o promoter ainda se dedica às festas Arca de Noé, Café de la Musique, Feijoada Premium e o Baile do Lampreia, no Copacabana Palace. “Não sei como vou sobreviver”, confessou aos risos. Para dar conta, além de um planejamento com bastante antecedência, Léo Marçal também destacou o trabalho em conjunto nos bastidores de tantos projetos. “Cada evento tem um público diferente. Por isso, eu acredito que tantas festas simultâneas não tirem um convidado de uma ou de outra. Pelo contrario, as listas se complementam porque quem está em uma muitas vezes pode querer ir para a outra também. O Carnaval é uma festa muito democrática e que consegue atender a diferentes públicos e gostos. Então, eu preciso me dedicar só para que tudo esteja funcionando perfeitamente e em sintonia que o sucesso é consequência”, disse Léo Marçal sem esconder a ansiedade e animação. “Já estou em contagem regressiva, dormindo menos e na adrenalina total”, revelou. Estamos juntos, querido!

Além do Floia TRopical, Léo Mrçal também está à frente de outros projetos paralelos no Rio. Entre eles, as festas Café de la Musique, Arca de Noé e Baile do Lampreia (Foto: Beto Gatti)

Pesquisas relacionadas