Gente & Comportamento

Outubro Rosa: Juliana Paes e Isabelle Drummond acendem a luz rosa no Cristo Redentor e participam de festa beneficente em combate ao câncer de mama

Depois do Cristo Redentor ser tomado pelo rosa, cor da campanha internacional, os convidados foram direto para Ipanema, em uma comemoração com muita música, embalada pelas cantoras Roberta Sá e Ludmilla, e com a renda revertida às ações da Fundação Laço Rosa

Publicado em 03/10/2018 | Por Vanessa Cutrim

O outubro rosa chegou, e o Cristo Redentor já está iluminado com as cores da campanha! No mundo todo, o mês é uma iniciativa para alertar a necessidade da prevenção do câncer de mama, da ida ao médico e dos autoexames periódicos. A Fundação Laço Rosa, que existe desde 2011 em prol da causa, promoveu nesta terça-feira (02), sua festa beneficente tradicional do calendário do Rio de Janeiro. Desta vez, a celebração foi em Ipanema, com a presença ilustre de Juliana Paes e Isabelle Drummond, madrinhas deste ano. As atrizes acenderam as luzes rosas do Cristo e prestigiaram a festa no fim da noite, felizes em fazer parte de uma atitude tão urgente para a sociedade.

Isabelle Drummond e Juliana Paes são embaixadoras da campanha este ano, e participaram do evento de iluminação rosa no Cristo (Crédito: Mariama Pietro)

“O mais lindo e maravilhoso do outubro rosa, é que é mais do que uma ideia ou uma bandeira. É um grande chamado, uma convocação. Um mês inteiro pra gente lembrar que temos que realizar nossos exames. A gente sabe todas as dificuldades que as mulheres passam com o sistema de saúde, mas temos que dar um jeitinho para se prevenir, ir ao médico. É um calendário do compromisso feminino, a gente já fica pensando ‘Outubro é o mês de fazer meus exames’, precisamos marcar isso no coração das mulheres”, reflete Juliana Paes. A atriz é parceira da Laço Rosa há bastante tempo, mas nunca tinha conseguido estar presente no dia de acender o Cristo. Então, é um ano especial. “Nos meus salões fazemos campanha de cabelo, a gente corta, disponibiliza e prepara para a confecção das perucas. Sempre teve essa parceria, gosto de divulgar esse trabalho. Eu estou comprometida durante o mês em colocar essas informações nas minhas redes sociais e instigar as pessoas”, completa.

Daniela Oscar, diretora financeira da Laço Rosa, as atrizes Juliana Paes e Isabelle Drummond, e Marcelle Medeiros, presidente voluntária da fundação, em missa no Cristo Redentor (Crédito: Daniel Pinheiro/AgNews)

Isabelle Drummond estava presente com um look todo rosa para combinar com o tom da ocasião. A atriz, sempre envolvida em causas sociais, ficou super feliz em ser convidada para ser embaixadora esse ano. “É algo relevante, um problema muito recorrente. Eu faço trabalho social e eu vejo como é passar por essas dores que atingem muitas pessoas no Brasil e no mundo. É uma campanha que não só prestigia e traz esperança para mulheres que lutam contra a doença, como chama atenção para ficarmos atentas ao nosso corpo, no autoexame”, diz a artista.

Isabelle Drummond e Juliana Paes prestigiam a festa  (Crédito: Mariama Prieto)

Toda a renda dos convites da festa beneficente vai à ações da instituição, como o Banco de Perucas, a Frente Estadual de Combate ao Câncer de Mama, o Fórum de Políticas Públicas, a Escola de Perucaria, programas que mobilizam o ano inteiro milhares de pessoas e pacientes. “Cada ano a gente tenta se superar, trazer mais pessoas envolvidas e cada ano é especial. Tudo é pensado com muito cuidado e carinho”, conta Marcelle Medeiros, presidente voluntária da fundação. A seleção das embaixadoras é feita de forma minuciosa, pensando no alcance da causa. “A Juliana já tem uma relação com a fundação de outros projetos e a Isabelle Drummond é uma porta-voz de uma faixa etária jovem, que está cada vez mais sendo acometida pela doença. Mas a escolha é também por essa força feminina que elas possuem”, explica.

Este slideshow necessita de JavaScript.

E a celebração da abertura do outubro rosa, também teve muito gingado, não podia faltar animação e música, claro. A DJ Ju de Paulla comandou a playlist musical. Roberta Sá também embalou os convidados com seu samba suave, e iniciou o repertório com a canção de Paulinho da Viola, Onde a Dor Não Tem Razão. “Eu acho esse trecho simbólico ‘Quando consegue do peito tirar um espinho, é que a velha esperança já não pode morrer’. Todo mundo consegue vencer essa batalha, eu tenho amigas que estão ganhando essa luta. Vamos na campanha pelo diagnóstico precoce, que é a maneira que temos para se curar”, expôs a cantora. E para finalizar a festa, o ritmo dançante que não deixou ninguém parado ficou por conta da cantora de funk Ludmilla, que cantou seus hits Din Din Din, Cheguei, Sou Eu, e até um cover inesperado da canção Final Feliz, de Jorge Vercillo.

Estiveram presentes, várias personalidades artisticas em prol da campanha, como Zezé Motta, Ana BotafogoLuiza Brunet, Rosamaria Murtinho, e muito mais! A noite sofisticada teve toques de rosa com dourado, em projeto de decoração assinado pela renomada Patrícia Vaks

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Pesquisas relacionadas