Gente & Comportamento

Léo Marçal fala de festa nova, noite em tempos frios e mais. “Nós já temos tantas festas no Rio, que precisamos estar sempre nos reinventando e criando novidades”

Ao HT, Léo contou que a internet é a grande aliada dos eventos. "Eu acho que hoje em dia o Instagram é a principal plataforma para se lançar um evento ou uma festa nova, além do Facebook"

Publicado em 25/06/2016 | Por Julia Pimentel

Festa boa, animada e de qualidade é a especialidade dele. O HT foi atrás de conhecer o promoter Léo Marçal, responsável pelos eventos que mais agitam a noite carioca. A novidade da vez foi a festa “Dona Flor”, feita em parceria com os atores Bruno Gissoni e Rafael Zulu, que rolou no último sábado, 18. Como “festas já têm várias pelo Rio”, o diferencial do evento foi a homenagem à figura feminina. Olha que incrível, querida leitora: “É uma festa nova com o conceito mais voltado para as mulheres, com uma pegada mais leve e clean. A decoração é toda cheia de flores, as atrações são só mulheres, os drinks são com gim e espumante, o horário é no fim de tarde e é realizada em uma casa no Alto da Boa Vista. Enfim, um clima bem feminino mesmo. Eu acho que nós já temos tantas festas no Rio, que precisamos estar sempre nos reinventando e criando novidades para fomentar a noite carioca que, graças a Deus, está em um bom momento”, contou Léo.

Léo Marçal assina nova festa destinada ao público feminino (Foto: Reprodução)

Léo Marçal assina nova festa destinada ao público feminino (Foto: Reprodução)

E, se você ficou com vontade de aproveitar essa festa da mulherada, o promoter nos adiantou que vem uma segunda edição por aí. “Vamos fazer a próxima ‘Dona Flor’ em agosto, antes das Olimpíadas. Mas a data ainda está sendo definida”, declarou. Ah, e para os boys que ficaram curiosos e interessados, podem ir que também são convidados. Afinal, como Léo Marçal brincou durante a entrevista: “Onde tem muita mulher bonita junta os homens vão atrás, né?”. “Eu acho que não tem nem como nós não estarmos incluídos. Os homens fazem parte da festa também”, completou.

Além dessa festa para elas, Leo Marçal acumula mais de dez outros eventos super badalados sob sua responsabilidade. Entre eles, “Do Leme ao Pontal”, “Sambar&Love” e “Por do Samba”. O promoter, que lida diariamente com o panorama da noite carioca, disse que o desafio da profissão está na realização de cada uma dessas festas. “Envolve uma mistura de ansiedade bacana com uma animação para que o evento dê certo. Cada festa tem seu público diferente. Neste momento, por exemplo, o desafio está sendo tirar as pessoas de casa com o frio que está fazendo no Rio de Janeiro. Nessa época de frio, as pessoas ficam mais receosas em sair. E isso tudo influencia no nosso trabalho. Mas, eu ainda considero como maior desafio tirar um evento do papel e pô-lo em prática”, contou.

O promoter nos contou que até o frio influencia no público de uma festa (Foto: Reprodução)

O promoter nos contou que até o frio influencia no público de uma festa (Foto: Reprodução)

Mas essa não é a única dificuldade, segundo Léo. Em um momento de crise financeira no país, o promoter contou que as empresas estão, cada vez menos, patrocinando eventos. “Por conta do sinal de alerta da economia brasileira, as marcas não estão mais querendo participar tanto. E isso influencia muito no montante final para a realização do evento”, completou. Outro ponto que Léo notou que está mudando com o tempo, e com a crise, é que os ingressos das festas estão sendo comprados, cada vez mais, de última hora. “A gente está sentindo a queda na venda de convites antecipados. Nossos eventos estão virando muito de véspera”, afirmou.

Mas, para driblar os problemas, Leo Marçal disse que tem a tecnologia como aliada. E vale de tudo: rede social, Whatsapp, mailing… “Eu acho que hoje em dia o Instagram é a principal plataforma para se lançar um evento ou uma festa nova, além do Facebook. Mas eu trabalho muito com mailing também, tenho 27 mil nomes separados por tipos de público ideais para cada festa. Acaba que funciona como uma newsletter que eu disparo toda semana referente ao evento que eu vou fazer no fim de semana. Além disso, eu acho que, hoje em dia, o Whatsapp, através da lista de transmissão de mensagens, é essencial. Cada vez mais, as pessoas estão lendo menos e-mail. Um exemplo disso é o próprio RSVP nos eventos fechados, que, a cada festa, é mais respondido por Whastapp do que por e-mail”, explicou.

“Eu acho que hoje em dia o Instagram é a principal plataforma para se lançar um evento ou uma festa nova, além do Facebook" (Foto: I Hate Flash)

“Eu acho que hoje em dia o Instagram é a principal plataforma para se lançar um evento ou uma festa nova, além do Facebook” (Foto: I Hate Flash)

E, engana-se quem pensa que o bem-sucedido Leo Marçal está no meio festivo desde sempre. Nada disso, leitores. Cerca de cinco anos atrás, o carioca vestia terno e gravata e exercia a função de advogado. E o que uma profissão tem a ver com a outra? Ele brincou: “contratos”! “A minha experiência no direito me ajuda muito com as papeladas, porque acaba que eu tenho uma facilidade maior em analisar os contratos das festas. Eu acho que a profissão de advogado exige uma seriedade que eu trouxe para o ramo de eventos. Eu sou muito perfeccionista e detalhista. Mas eu falo que eu não troquei de profissão à toa. E nem que eu não deixei de ser advogado, já que continuo pagando o OAB todo ano”, completou o promoter Leo Marçal.

Pesquisas relacionadas