Gente & Comportamento

Na Mostra Artefacto, Adriane Galisteu comenta relação com arquitetura e fala da repercussão de seus vídeos e personalidade com o canal no Youtube: “Eu tenho dia e hora para parar de chorar”

No Rio para a inauguração da Mostra deste ano, a apresentadora se declarou fã dos produtos da marca. Inclusive, depois de conhecer os 18 ambientes projetados para o evento deste ano, que tem o cinema como temática, Adriane já queria mudar seu mobiliário. "Só de vir aqui eu saio querendo colocar fogo na minha casa", brincou

Publicado em 20/03/2018 | Por Julia Pimentel

Uma tela branca costuma ser a melhor amiga de quem adora criar e a estratégia perfeita para aquelas pessoas que trocam de ideia a todo tempo. E é essa a situação de Adriane Galisteu em sua casa. Apaixonada por arquitetura e decoração, mas ariana e inquieta, a apresentadora contou que prefere seguir uma linha mais básica em seu cantinho. “Minha casa é toda branca. É tudo, até não poder mais ser”, brincou ela que, na inauguração da Mostra Artefacto no Rio, no sábado, se declarou encantada pelos 18 ambientes. “Só de vir aqui eu já saio querendo colocar fogo na minha casa. Quando eu vejo esses ambientes, acho lindo e quero trocar tudo o que eu tenho”, comentou.

Leia também: Inspirada em clássicos do cinema, Mostra Artefacto 2018 apresenta 18 novos ambientes no Rio e reúne Camila Queiroz, Klebber Toledo e Adriane Galisteu em noite de arquitetura e decoração

Leia também: De clássicos a documentário, arquitetos e decoradores fazem diferentes interpretações de títulos do cinema na Mostra Artefacto 2018, no Rio de Janeiro. Confira os 18 ambientes!

E a gente entende. Esse ano, a Mostra Artefacto apresenta projetos que associam arquitetura, decoração e cinema. No CasaShopping, onde fica a megastore da marca no Rio, 26 profissionais assinam os 18 ambientes que trazem títulos como “007”, “50 Tons de Cinza”, “Homem de Ferro” e “Uma Linda Mulher”. “A Artefacto consegue misturar itens muito especiais. E não é porque eu sou fã da marca. Mas eu vi tudo isso crescer, me sinto parte dessa história e, por isso, posso dizer que não tem nada hoje no Brasil que se compare à Artefacto”, avaliou Adriane que, por dentro dos projetos da marca, reconheceu a diferença entre a Mostra do Rio e a de São Paulo. “Cada uma tem a sua alma e isso ganha ainda mais força no trabalho dos arquitetos e dos decoradores. Aqui, por exemplo, o que mais me impressionou é que tudo tem um resgate do verde, do amor pela natureza e pela cidade. Isso fica claro”, apontou.

Adriane Galisteu na inauguração da Mostra Artefacto, no Rio (Foto: Miguel Sá/Murilo Tinoco/Renato Wrobel – RW Photos)

A sensibilidade de Adriane Galisteu para identificar a diferença, aliás, é explicada pelo interesse da apresentadora na área. Como nos contou, a arquitetura é uma consequência de sua paixão pelas artes de maneira geral. “Eu sou metida a besta e me acho arquiteta e decoradora. Isso está muito ligado ao lifestyle. Eu sou uma pessoa que adora moda, viagem e artes. E aí a arquitetura e decoração entram nisso tudo também”, explicou.

Porém, mesmo encantada com o assunto decoração e animada depois de conferir os projetos de mais uma Mostra Artefacto, Adriane Galisteu revelou que segue focada em seus trabalhos pessoais. Atualmente, a apresentadora está no ar às quartas-feiras na Rádio Globo com o Papo de Almoço. Na internet, ela também acumula visualizações em seu canal no Youtube, o Adriane Galisteu #semfiltro. “Eu estou muito feliz com esse sucesso. Mulheres de todas as idades me abordam na rua contando que assistem aos meus vídeos e eu acho isso sensacional. Antes de eu ter meu canal, achava que só quem ficava no Youtube era jovem. Mas não”, disse Adriane que está quase batendo a marca de dez milhões de views na plataforma.

No Youtube, Adriane já tem quase dez milhões de visualizações (Foto: Miguel Sá/Murilo Tinoco/Renato Wrobel – RW Photos)

Em contato com seu público virtual, a apresentadora comemorou o que mais costuma ouvir de quem a assiste. Segundo Adriane Galisteu, o que mais tem chamado atenção em seus vídeos é a alegria natural da loura. “Eu acho isso tão legal. Essa é uma característica minha. Problemas todos nós temos. Eu, por exemplo, tenho um monte. Porém, não foco neles. Eu tenho dia e hora para parar de chorar. E é isso o que eu tento mostrar para as mulheres”, argumentou a apresentadora que ainda destacou a oportunidade de poder revelar #semfiltro sua personalidade. “As pessoas têm uma imagem dos artistas a partir do que elas lêem em revistas ou imaginam. Mas, no YouTube, a gente consegue entender melhor. Eu mostro o que eu faço na minha casa, como eu sou e isso vai revelando a nossa alma”, completou Adriane Galisteu.

Pesquisas relacionadas