Gente & Comportamento

Gloria Pires fala sobre o ritmo estressante das gravações de O Outro Lado do Paraíso e não sabe se continuará atuando em novelas: “Não sou capaz de opinar”

A atriz intepretará uma mocinha que precisa deixar sua vida para trás devido a maldade do sogro, interpretado por Juca de Oliveira

Publicado em 17/11/2017 | Por Ana Clara Xavier

“Ela é uma mulher muito sofredora, mesmo. Fiz muitas vilãs nas novelas e agora peguei uma personagem assim. Aqui se faz aqui se paga, como diz a ideologia da trama”, afirmou Gloria Pires sobre a personagem Elisabeth em O Outro Lado do Paraíso. Contrapondo às suas antigas personagens, a atriz fará uma mocinha que é obrigada a forjar a própria morte e se afastar de todos que ama, inclusive da própria filha, na nova história das 9. Depois que caiu em uma armação do sogro, ela muda a sua identidade e passa a ser conhecida como Duda. “A história dela mostra que todos nós tentamos comandar e planejar nosso futuro. Ano que vem, por exemplo, eu penso em me aposentar. Mas as pessoas acham que tem controle sobre a própria vida e ninguém tem controle nenhum. A coisa pode mudar radicalmente de um dia para o outro, sem nenhuma preparação. É o que acontece com a Elizabeth. Acho que os telespectadores vão se ver nesse lugar de vulnerabilidade”, explicou. A atriz afirmou ser uma mistura de Leão com Vigem o que a faz ser muito metódica sobre os planos que traça para a sua vida. No entanto, Gloria garantiu que já aprendeu que não pode controlar nada, apesar de sua personagem tentar.

Ao se ver perdida na vida, a personagem entra em um processo de autodestruição iniciada pela depressão o que a faz usar como bengala o alcoolismo. “A vida dela vai ficar de cabeça para baixo repentinamente o que a fará ir ladeira abaixo por um tempo. As coisas vão se resolver, mas inicialmente a Elisabeth correrá muito perigo”, comentou Gloria. Esta trama conturbada dará um aspecto mais policial à novela, segundo a atriz.

Gloria Pires fará uma mocinha na nova novela das 9 (Foto: AGNEWS)

Mesmo tratando do problema com a bebida, este não será o foco do papel. A ideia é falar de este controle superficial que acreditamos ter na vida. “Ela possui um passado nebuloso que não será exibido. Esta mulher é realmente apaixonada pelo marido e ambos vivem uma história de amor. Por ela, o personagem de Emílio de Mello irá romper com alguns preconceitos para ficarem juntos. O alcoolismo aparece apenas quando esta vida perfeita vira de cabeça para baixo”, contou. Para a atriz é importante falar sobre estes momentos conturbados da vida, pois todo mundo perde o controle em algum momento e é preciso saber lidar com isto. “O que essa mulher passa é tão doido, tão radical, que foge do cotidiano, dos revezes que a vida traz todo dia. Não sei nem que conselho dar. Só diria: ‘calma, respira fundo, vai com fé, que uma hora você vai sair do buraco’. Não tem tormenta que dure a vida toda, uma hora a coisa acalma”, aconselhou. Gloria parabenizou a coragem do autor Walcyr Carrasco em trazer temas polêmicos como estes.

A trama da novela se baseia, especialmente, no Tocantins, no entanto o núcleo de Gloria Pires é carioca. Por esse motivo a atriz não teve a oportunidade de conhecer o Jalapão. “Fiquei ralando aqui no Rio direto, estou me sentindo como se estivesse fazendo um longa-metragem”, sugeriu a atriz. Segundo a mesma, a rotina está muito pesada e para dar conta de tudo ela precisaria ter mais quarenta e oito horas no seu dia. A correria toda se deve a tentativa de conciliar com o sucesso do programa Bemglô no GShow, o qual mantém como uma loja oficial. “Tenho bons parceiros no meu dia a dia, que trabalham nessa questão toda do Bemglô. Fico feliz que as pessoas gostem e usufruam, porque a ideia é essa: compartilhar o que faz o bem, boas práticas, uma maneira mais leve de levar o dia a dia, porque está complicado”, lamentou.

A correria e o estresse elencados pela a atriz apenas reforça a polêmica por trás de sua aposentadoria. Gloria Pires garantiu estar cogitando parar. “Na segunda semana de noturna dessa novela, bateu um cansaço. Estou velha para fazer novela. Fiquei, até mesmo, doente antes de estrear. Tenho pensado muito na aposentadoria. Não sei se vou ser uma Fernandona que com 90 anos continua fazendo novela. Não sou capaz de opinar”, brincou a atriz, se referindo ao seu meme.

A atriz afirmou que pensa se aposentar (foto: AGNEWS)

Apesar das noites em claro, a atriz garantiu estar adorando fazer parte de O Outro Lado do Paraíso. A novela traz a ideia do karma, tudo o que vai irá voltar para você, algo em que Gloria garantiu acreditar muito. “Sou espírita kardecista e já vi isto acontecer na minha vida, afinal são 54 anos. Vi muitas pessoas pagando, o que não foi bom de assistir. Às vezes, vem um pouco mais cedo, outras mais tarde. A vida tenta ensinar, mas algumas pessoas passam a vida sem aprender nada”, lamentou. Mas, segundo ela, não é preciso ter uma religião para acreditar na lei do retorno, pois acha ser um fato da vida. Por isso, a atriz sempre tenta plantar coisas boas para poder colher bons resultados. No entanto, deixou claro que haverá pessoas ao nosso redor tentando sabotar as nossas boas escolhas. “Tenho bons amigos que são constantes na minha vida. Mas se a pessoa é negativa, sentirá os efeitos disto depois. Eu já recebi umas puxadas de tapete, mas não sei se tava tão focada na minha verdade. É claro que ficamos abalados, é muito ruim ser traído e perceber que alguém se dedica a te derrubar. Mas se for ficar pensando nisso, deixo de viver a minha vida”, contou.

Gloria Pires, na vida pessoal, continua muito bem casada com Orlando Morais. Durante os últimos anos, o casal provou que é possível manter um casamento saudável sem a convivência diária, afinal, já passaram férias separados e alguns momentos distantes. “Não tem fórmula para uma união duradoura. As duas pessoas precisam ter os mesmos interesses e objetivos, porque uma relação precisa do interesse de ambos, embora seja muito importante cada um manter sua individualidade. É preciso, também, entender que as pessoas não são perfeitas. O meu casamento teve muita luta, muitos altos e baixos e muitas questões, mas isto nunca nos impediu de estarmos disponíveis um para o outro. A gente acredita nessa relação. Eu me vejo melhor ao lado dele e, ele, comigo. Embora cada um tenha sua vida, sua carreira, sua maneira de ver a vida, é importante não se perder dentro da relação”, aconselhou a atriz.

 

 

Pesquisas relacionadas