Gente & Comportamento

A feroz alegria da torcida argentina em Brasília: alegoria para nações onde os governos trocam o pão pelo circo!

A triste realidade por trás da genuína animação de um povo que, por ser negligenciado ao extremo, transforma o desejo de ver seu país chegar ao pódio esportivo em um desesperador grito de guerra!

Publicado em 06/07/2014 | Por Alexandre Schnabl

A Argentina ganhou de um a zero neste sábado (5/7) no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha no jogo contra a Bélgica e, além do fato de que, nesta Copa do Mundo, cada vez se torna possível uma disputa entre o Brasil e o rival vizinho, impressionou a quantidade de hermanos invadindo a arena como uma horda furiosa disposta a torcer, como se o mundo estivesse acabando naquele momento e fosse tudo ou nada. Eram mais de 100 mil torcedores em Brasília. HT esteve na capital brasileira para registrar a invasão de argentinos no melhor estilo pão e circo. Afinal, assim como nós, a terra de Gardel também é vulnerável ao pensamento das elites de que o entretenimento para as massas abranda as feras. E nada melhor do que a avenidas de Brasília como cenário alegórico para este contexto de vários sentidos.

Considerando que a situação da Argentina também é delicada, com o governo quase entrando em bancarrota, o grito de guerra por conta do campeonato esportivo passa a ser também o brado por melhores condições de vida e por uma existência digna, algo que cada vez mais os burocratas da czarina Cristina Kirchner demonstram ter se esquecido. Por isso mesmo, a tomada do estádio por torcedores argentinos na capital do nosso país é emblemática e merece um registro em fotos enquanto alegoria que revela a voz da massa, tanto no uso do futebol como manipulação da atenção, quanto na função de catalisador de algo que está entalado na garganta, como uma espinha de peixe.

HT também registrou no mesmo sábado o deslocar da torcida holandesa por Salvador antes da disputa contra a Costa Rica e, nestas outras imagens, é possível conferir uma postura completamente diferente do desespero argentino em Brasília. Afinal, apesar de a atual situação crítica da Argentina e do iminente colapso econômico, não é de hoje que o povo abaixo do Rio da Prata sofre nas mãos de governantes insensatos e insensíveis, assim como os brasileiros. Chegam a ser comuns para quem visita Buenos Aires cenas de casais de dançarinos encenando pegadas de tango nas esquinas a fim de ganhar uns trocados para pagar as contas ou de necessitados armando barraquinhas para se desvencilhar de quinquilharias para poder sustentar o pão de cada dia. Aliás, o mesmo pão que o governo, ao invés de garantir, troca pelo futebol.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A geral no entorno do Estádio Nacional de Brasília com as cores do Brasil e da Bélgica:

Este slideshow necessita de JavaScript.

  A ação por um ingresso à porta do Estádio:

Este slideshow necessita de JavaScript.

A polícia de prontidão para coibir irregularidades:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Henrique Fonseca

Pesquisas relacionadas