Gente & Comportamento

Fernanda Vasconcellos interpreta uma bissexual em “Pequeno dicionário amoroso 2”: “Foi meu primeiro beijo gay”. Vem ler!

A atriz fez uma análise sobre o longa da diretora Sandra Werneck e do roteirista Paulo Halm. “A primeira versão gerou bastante impacto no cinema e abriu espaço para as comédias românticas”

Publicado em 09/09/2015 | Por Karina Kuperman

Quem for ao cinema assistir “Pequeno dicionário amoroso 2” verá uma Fernanda Vasconcellos totalmente diferente do habitual. A atriz de ar angelical e sorriso doce vive Alice, uma jovem bissexual que se encontra em um triângulo amoroso com um homem e uma mulher. Dividida entre os dois, a personagem promete gerar discussões. “É um conflito interessante. No final, é tudo sobre amor”, definiu, durante a pré-estreia no Cinépolis Lagoon, nessa terça-feira, 8. O longa marca o primeiro encontro homossexual da carreira da atriz, que lida com o assunto com naturalidade, como não poderia deixar de ser. “Foi meu primeiro beijo gay. Exigiu de mim uma entrega que eu ainda não tinha experimentado, como atriz é muito interessante”, disse.

DSC_4252 Fernanda Vasconcellos - Fime SANDRA WERNECK - Setembro 2015 - Foto CRISTINA GRANATO

Fernanda Vasconcellos na pré-estreia de “Pequeno dicionário amoroso 2” (Foto: Cristina Granato)

A personagem de Fernanda era um bebê no primeiro longa, de 1997. Filha de Gabriel (Daniel Dantas) com a ex mulher Bel (Glória Pires), Alice representa o modelo de família das novas gerações e foi um papel desejado pela atriz. “O trabalho é bem interessante para mim porque agrega valores que eu estava buscando: tem intensidade, valor artístico, uma turma que fez a diferença”, garantiu ela, que assistiu o primeiro filme e se declarou fã da história. “A primeira versão gerou bastante impacto, porque era uma época que o cinema falava de violência urbana, de politica, de história e veio um tema inovador: uma comédia romântica, que abriu caminho para outros tipos de produções e telespectadores. ‘Pequeno dicionário amoroso’ foi um filme fundamental para o cinema”, analisou.

DSC_4259 Renato Góes , Fernanda Vasconcellos e Priscila Steinman - Fime SANDRA WERNECK - Setembro 2015 - Foto CRISTINA GRANATO

Fernanda Vasconcellos posa entre Renato Góes e Priscila Steinman. Os três vivem um triângulo amoroso diferente nas telas (Foto: Cristina Granato)

O longa que foi referência nos telões, marca agora a vida de Fernanda. Interpretando pela primeira vez no cinema (ela já tinha dado voz a Saphira, de “Eragon”, em 2006), a atriz se declarou apaixonada por todos os veículos. “Todo ator tem vontade de atuar nas três as vertentes, amei fazer cinema”, disse. Viajando por todo o Brasil com a peça “Foi você quem pediu para eu contar a minha história”, ela tem ainda mais projetos para o futuro. “Eu e o Cássio (Reis, namorado dela) queremos estrear uma peça sobre relações no final do ano”, entregou ela, emendando que a sua própria história inspira. “Sempre tem um pouco de nós mesmos”.

DSC_4257 Cassio Reis e Fernanda Vasconcellos - Fime SANDRA WERNECK - Setembro 2015 - Foto CRISTINA GRANATO

Cassio Reis acompanhou a namorada na pré-estreia do filme (Foto: Cristina Granato)

Cássio a acompanhava na pré-estreia do longa e a atriz declarou que já se considera casada. “Mas filhos só mais pra frente”, garantiu. Perguntada sobre as especulações de que está cotada em um papel de destaque na próxima novela das 9, “Sagrada Família”, Fernanda declarou não saber de nada. “Mas se surgir eu vou adorar, lógico”, disse ela, que trabalhou com os autores Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari em “Sangue Bom”, sua última novela. Nós, do site HT, mal podemos esperar para ver Fernanda diariamente nas telinhas, enquanto isso, quem estiver com saudades pode correr para o cinema.

Pesquisas relacionadas