Gente & Comportamento

Em sua coluna no site HT, o cirurgião plástico Dr. Gabriel Basílio fala sobre a Cirurgia das Pálpebras, o procedimento estético de rejuvenescimento mais utilizado pelos homens

Não existe idade para se render a este procedimento estético já que as famosas bolsinhas de gordura e o excesso de pele na região ocular podem aparecer tanto em jovens quanto em adultos. O cuidado e a precisão são essenciais neste trabalho já que é necessário entender o que melhor se encaixa na estrutura facial do paciente. Além disso, é possível retardar este quadro estético através de tratamentos

Publicado em 08/05/2018 | Por Ana Clara Xavier

Os olhos são a janela da alma e o espelho do mundo como diria Leonardo da Vinci e por isso é muito importante que a região ocular consiga expressar tudo o que a pessoa está querendo dizer. Bolsas de gordura e excesso de pele no local contribuem para uma aparência mais envelhecida e a percepção de que olhar está ‘mais caído’. A Cirurgia das Pálpebras é a solução que o Dr. Gabriel Basílio sugere nestes casos. O processo é delicado e sutil, mas faz uma diferença perceptível na face dos pacientes sendo a mais utilizada entre os homens. “As pálpebras são muito importantes, porque são o nosso cartão de visita. Com a evolução das cirurgias plásticas e dos estudos sobre a estrutura anatômica da região, nós conseguimos hoje, de uma forma muito mais moderna, criar tratamentos mais adequados para cada pessoa”, afirmou o doutor para a sua coluna semanal no site HT.

Leia também: Focado em exaltar o lado humano da cirurgia plástica, dr. Gabriel Basílio é focado em operação craniofacial e acredita na experiência da profissão: “Uma carreira precisa ser construída”

Dr Gabriel Basílio é um dos colunistas do site HT (Foto: Sergio Baia)

Não existe idade quando o assunto é a Cirurgia das Pálpebras. “Pessoas jovens podem ter esta frouxidão do ligamento e operar. Isto acontece devido a uma herança genética. Tem famílias cuja estrutura palpebral é mais frouxa e isto se torna mais perceptível com o passar do tempo”, explicou Dr. Gabriel. Existem vários fatores que levam uma pessoa a necessitar deste procedimento estético, no entanto é mais comum em pessoas mais velhas, a partir dos 45 anos. “Mas não é incomum o aparecimento destas bolsinhas. Isto pode acontecer devido ao tipo de pele, à disposição solar, ao perfil facial, à ação da gravidade, à degeneração celular, à desidratação e ao envelhecimento. Além disso, quem faz atividade física e aeróbico em excesso ou perdeu muito peso em pouco tempo, como um paciente pós-bariátrico, pode estar suscetível à flacidez na região. Na verdade, quem tiver alguma alteração na estrutura do colágeno, está exposto a uma agressão solar ou desidratação estará propenso a isto. Isto faz parte do envelhecimento óculo-palpebral devido a uma alteração na estrutura óssea, muscular e da pele”, complementou.

Leia:Cirurgião plástico de renome, Dr. Gabriel Basílio fala sobre uma de suas especialidades: tratamento, protocolo e segmento das crianças que nascem com lábio leporino e fenda palatina

A cirurgia das pálpebras é feita a partir de queixas envolvendo bolsinhas de gordura e excesso de pele (Foto: Divulgação)

Assim como não há idade, não existe um gênero que mais necessite deste procedimento. “A Cirurgia das Pálpebras, geralmente, é a principal correção na face feita pelos homens visando o rejuvenescimento. Nas mulheres, o que denuncia mais a idade é o bigode chinês. Eles, geralmente, envelhecem menos na região cervical pelo ângulo da mandíbula ser mais marcado, o que faz com que tenha uma forma de rosto mais quadrada. Dessa forma, o que mais se evidencia são os olhos saltados, as bolsinhas evidentes e muito mais. Isto pode ter a ver com o aumento da massa corpórea e o colesterol alto. Esta é a cirurgia de rejuvenescimento com menos estigmas e cicatrizes para o gênero masculino”, garantiu o doutor. De acordo com o estudo feito pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica em 2013, a porcentagem de homens que se submetem a cirurgias plásticas, de um modo geral, subiu de 5% para 30%, expressando uma quebra de tabu.

Leia também: Entre bisturis e consultas, o cirurgião plástico Alessandro Martins se destaca pela sensibilidade com os pacientes e cuidado com a carreira acadêmica: “O nosso ofício é tratar de pessoas como um todo”

Os pacientes indicados para realizar esta cirurgia apresentam duas queixas diferentes como  excesso de pele sobre os olhos e o aparecimento das bolsinhas nas pálpebras inferiores. “Isto está associado a uma flacidez tanto na borda inferior da pálpebra quanto na pele que fica ao redor dos olhos. Isto, quando se avalia tecnicamente, é diagnosticado como uma flacidez muscular da pele associada a uma extrusão e um abaulamento destas gordurinhas por uma estrutura mais fraca”, esclareceu. Antes de ser realizado, o procedimento estético será pensado a partir da estrutura facial do próprio paciente. “Na cirurgia, a gente reposiciona o músculo, o ligamento que prende a fenda da pálpebra, tira um pouco destas gordurinhas e um mínimo de pele para ficar mais esticada de novo. Tudo com muito cuidado, porque o excesso na pálpebra é ruim. Sempre menos é mais para não ficar estigmatizada com a cirurgia das pálpebras. Cada milímetro faz muita diferença”, explicou. Sendo assim, é preciso muito cuidado nas mãos habilidosas do Dr. Gabriel Basílio.

Leia também: Na cirurgia plástica, Dr. Alessandro Martins e Dr. Gabriel Basílio apontam crescimento da procura pelos homens, novas tecnologias para a pele negra e perfis dos pacientes de hoje 

Quem ainda não possui nenhuma destas queixas deve ficar alerta. Mesmo que a pessoa não possua uma pálpebra destacada é primordial começar o tratamento estético antes de pensar na cirurgia. “A medicina, hoje em dia, é muito mais preventiva. Se a pessoa começa desde muito nova a usar um protetor solar, a se hidratar bem, a dormir e a usar uma vitamina C, ela vai retardar e muito o envelhecimento, o aparecimento de rugas e de bolsinhas. Além disso, existem várias fórmulas tópicas que estimulam o colágeno e o paciente ainda pode usar laser de CO2 ou luz pulsada para contribuir neste processo”, indicou. Mesmo que o indivíduo possua uma genética ruim, estes cuidados extras vão retardar o aparecimento das bolsinhas de gordura. Sendo assim, existe um arsenal de produtos modernos que podem ser utilizados por todos nós, de acordo com o Dr. Gabriel Basílio.

Contato: dr. Gabriel Basílio

Telefone: (21) 2286-1692
Facebook:
clique aqui
Instagram: @drgabrielbasilio

Pesquisas relacionadas