Gente & Comportamento

Em editorial no Rio Othon Palace, Pâmela Tomé revela suas nuances e sonha em abrir uma ONG

O ensaio fotográfico com a atriz rolou com styling de Anderson Vescah, cliques de Guilherme Lima, produção de Lucas Bueno e beleza de Walter Lobato. Pâmela falou sobre política, feminismo, assédio, violência e eleições. Vem ler!

Publicado em 05/07/2018 | Por Ana Clara Xavier

Apaixonada pelo o que faz, gosta de ver as coisas do seu jeito, não tem medo de ousar e ainda tem uma sorte difícil de explicar. A complexidade de Pâmela Tomé é grande para ser descrita em poucas palavras. Gaúcha, mas sem sotaque, as inquietações de sua personalidade são muitas e por isso ela consegue ter um olhar mais abrangente para a sociedade. Depois de viajar o mundo trabalhando, a artista se estabeleceu no Rio de Janeiro onde integra o elenco da novela das 6, Orgulho e Paixão. Apesar de ter se descoberto na carreira de atriz, ela provou que o seu lado de menina modelo ainda está bem presente em sua vida durante a sessão de fotos para o editorial do site HT, na suíte do  Rio Othon Palace com styling de Anderson Vescah, cliques de Guilherme Lima, produção de Lucas Bueno e beleza de Walter Lobato. Vem conferir todas as mulheres de Pâmela Tomé!

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato Créditos: Colete e saia metalizada EVA/ Colar ATELIER CHILAZE/ Cinto e mule CONSTANCE / Blusa gola alta DAMYLLER / Anéis SWAROVSKI)

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato Créditos: Colete e saia metalizada EVA/ Colar ATELIER CHILAZE/ Cinto e mule CONSTANCE / Blusa gola alta DAMYLLER / Anéis SWAROVSKI)

Com uma nova, porém profícua carreira de atriz, Pâmela já atuou em três novelas: ‘Malhação: Seu Lugar no Mundo’,  ‘Malhação: Pro Dia Nascer Feliz’ e ‘Sol Nascente’ e, atualmente, integra o elenco de Orgulho e Paixão. A sua personagem faz parte do núcleo principal da trama e é uma das cinco irmãs da família Benedito, responsável pelo desenrolar da dramaturgia. “Uma das coisas que mais gosto é poder ver a Jane crescer. Ela tem um coração muito bonito e, dentro de toda esta doçura, acaba amadurecendo como mulher. Ela ainda decidiu trabalhar fora de casa para ajudar. A partir disso, acaba percebendo uma forma diferente de se colocar naquela sociedade”, afirmou Pâmela. Na sua opinião, a narrativa do início do século 20 mostra o processo de descobrimento do lugar das mulheres na sociedade. “É o momento em que o gênero virou a chave e percebeu que podia fazer mais”, completou.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Colete e saia metalizada EVA/ Colar ATELIER CHILAZE/ Cinto e mule CONSTANCE / Blusa gola alta DAMYLLER / Anéis SWAROVSKYI)

A força das protagonistas é algo muito latente nesta dramaturgia e, por isso, a trama é considerada femininista. De acordo com a própria atriz, isto não se limita ao enredo. Na verdade, este poder ultrapassa as telinhas e se instala também nos bastidores. “Eu e as meninas temos uma união muito grande. É uma parceria em tudo, uma ajuda a outra durante as cenas e depois”, comentou. Esta integração, para ela, é muito importante para o movimento feminista e vem acontecendo cada vez com mais frequência. “A mulherada está unida para ir atrás dos seus direitos. Isto está acontecendo em todas as profissões. Acho que a gente precisa disso, porque se não for assim não vamos a lugar nenhum. Temos a força de derrubar um governo se quisermos, não é? Precisamos estar juntas”, afirmou.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Trench Coat FORUM/ Cropped LEBÔH/ Calça CITY BLUE/ Bota CONSTANCE/ Colar SWAROVSKI)

Empoderada, Pâmela se autodeclara engajada. Ela é daquele tipo de pessoa que não tem medo de falar o que pensa e defender a sua opinião. Independente e poderosa, a atriz enxerga a atual onda do movimento das mulheres de forma favorável. “Acho que nós já provamos o nosso papel e mostramos que podemos fazer tudo, mas ainda tem muita coisa para ser conquistada. Já abrimos o nosso leque e temos muito exemplos de mulheres fortes. A minha mãe é o meu maior espelho disto. Ela criou os filhos sozinha e foi atrás”, comentou. Foi inclusive a matriarca que a apoiou durante toda a sua trajetória artística e a incentivou a gostar de futebol por ser gremista.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Trench Coat FORUM/ Cropped LEBÔH/ Calça CITY BLUE/ Bota CONSTANCE/ Colar SWAROVSKI)

Assim como Pâmela sabe exatamente o que quer da sua profissão, o mesmo acontece com relação à política. A atriz é muito consciente da realidade em que vive e sabe exatamente o que almeja para a melhor do país. “Acredito que o ator tem um papel de aproveitar esta mídia para lutar por melhorias no país. As novelas brasileiras também estão usando este espaço da informação para falar, por exemplo, da comunidade LGBT. O público precisa abrir mais a cabeça para receber este tipo de conteúdo, porque é a realidade”, comentou. Para ela, fazer parte de um projeto que tenha como base um tema substancial para a sociedade é muito importante. Orgulho e Paixão, por exemplo, tem a literatura inglesa como pano de fundo.  Ter este conteúdo histórico e literário que pode instigar a reflexão é primordial já que vivemos em uma sociedade com déficit de escolas públicas de qualidade. “O Brasil está totalmente largado, no quesito educação. Está longe de ser um país com estudo público bom. Estamos abandonados”, lamentou.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Trench Coat FORUM/ Cropped LEBÔH/ Calça CITY BLUE/ Bota CONSTANCE/ Colar SWAROVSKI)

Pâmela Tomé é gaúcha, mas morou durante muito tempo em São Paulo e atualmente se estabeleceu no Rio de Janeiro. Sendo assim, a atriz pode ver de perto a realidade de algumas cidades do Brasil e comparar. De acordo com ela, a Cidade Maravilhosa é a que mais a deixou impressionada no quesito insegurança. “Como eu respondo isto sem falar um palavrão? É horrível. O Rio de Janeiro está ficando bizarro. Moro na Barra e ainda me sentia segura lá, mas hoje em dia não é mais assim. Teve um assalto semana passada na esquina da minha casa. É difícil sair para trabalhar, saio e volto preocupada, principalmente, quando é uma cena noturna. Muita gente está morrendo. Para mim, a cidade está muito pior que outros lugares e está abandonada. Não tem segurança pública em lugar nenhum”, criticou a atriz.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Camisa COLCCI/ Calça DIMY/ Pochete CONSTANCE/ Blusão amarrado na cintura LEVI’S/ Brinco SWAROVSKI)

Ao mesmo tempo em que tem os pés no chão, a atriz também consegue cultivar os seus sonhos e esbanjar o bom humor. Sendo assim, mesmo tendo consciência da situação atual de crise política e econômica, Pâmela prevê bons resultados para outubro. “Tenho que ter esperança para as eleições. Acho que estamos mais conscientes da nossa realidade. Tudo o que tem acontecido na política do Brasil vem mostrando a importância do voto, temos que escolher com muito cuidado quem colocamos no poder. É necessário pesquisar, ir atrás e buscar entender o que está acontecendo, porque acho que falta informação e o que é passado parece ser algo superficial, não é verdadeiro”, comentou.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Camisa COLCCI/ Calça DIMY/ Pochete CONSTANCE/ Blusão amarrado na cintura LEVI’S/ Brinco SWAROVSKI)

Como boa escorpiana que é, Pâmela não se permite fechar os olhos para estas mazelas e, por isso, tenta sempre fazer o que pode para ajudar os outros a lidar com esta insegurança e incerteza política. Ela comentou que tenta sempre levar mensagens positivas para as redes sociais na busca de mostrar outro lado da vida. “Acho que a gente está muito desacreditado. O brasileiro está se arrastando e triste com as notícias, mas a gente não pode perder a esperança, caso contrário não tem porque acordar para ir trabalhar”, afirmou.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Camisa COLCCI/ Calça DIMY/ Pochete CONSTANCE/ Blusão amarrado na cintura e bota LEVI’S/ Brinco SWAROVSKI)

Além desta pequena iniciativa, a atriz garantiu que tem muitos planos para ajudar o próximo, mas que, infelizmente, ainda não conseguiu realizar devido a rotina corrida da profissão. “Tenho muitos sonhos. Queria abrir uma ONG e pegar todos os cachorros da rua, ajudar os idosos e outras pessoas. Ainda vou fazer. Estou em uma fase de doar roupa, porque tenho muita coisa encalhada ainda que estou separando para mandar para instituições”, confessou.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Vestido tipo smoking e cinto MORENA ROSA Luvas CASA ALBERTO Pulseiras ATELIER CHILAZE Meias 6 Scarpin CONSTANCE Boina FISZPAN Óculos TOTY Lupas)

Esta doação da atriz é uma forma de retribuir todas as oportunidades que teve ao longo de sua trajetória. Apesar de haver algumas casualidades do destino em sua profissão, tudo o que Pâmela conquistou é fruto de sua persistência e vontade de ir mais longe. “Me interessei pela carreira de modelo com 11 anos. Olhava para a Ana Hickmann na capa das revistas e dizia para a minha mãe que eu queria ser modelo”, relembrou. Este caminho começou logo cedo quando entrou para uma agência antes mesmo de se inscrever para o processo seletivo. “Peguei um papelzinho na rua e resolvi ir. Lembro deste dia como se fosse ontem, fui sozinha porque a minha mãe estava trabalhando. Assim que cheguei lá, o dono disse que tinha gostado de mim e me chamou para participar”, explicou. Com 13 anos, ela resolveu se mudar de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, onde foi criada, para São Paulo na busca de conseguir mais oportunidades no meio.  Desde então, viajou o mundo devido aos seus trabalhos no ramo.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Camiseta A VERSÃO por Ivã Ribeiro/ Macacão DRESS TO/ Brinco FISZPAN/ Sandália VIZZANO/ Pulseiras ATELIER CHILAZE/ Óculos HAIGHT)

Apesar de parecer pura casualidade, Pâmela descreve este encontro como sorte já que não é todo mundo que consegue encontrar de cara uma empresa confiável e responsável. “As pessoas buscam muitas modelos no Sul, mas as meninas precisam ficar muito ligadas com isso porque tem muita gente que não é legal. É muito fácil prometer e iludir uma adolescente. Muitas vezes, a família acaba gastando dinheiro para investir nesta carreira da filha comprando os primeiros materiais como cursos e books e aquilo não funciona. Dei sorte por encontrar profissionais bacanas, mas muita gente me parou antes disso e me perguntou se eu queria ser modelo”, lamentou. De acordo com ela, este tipo de golpe é muito comum, até hoje, apesar de ter diminuído graças à internet. Assim como este tipo de enganação, as garotas que sonham com esta carreira também precisam ficar ligadas com os casos de assédio que rolam no meio. “Diminuiu, mas infelizmente ainda acontece. Acredito que quem faz está tomando mais cuidado e fazendo tudo por baixo dos panos. Nunca recebi uma proposta do gênero ao trabalhar como modelo, mas já vi com meninas muito próximas de mim”, informou.

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Camiseta A VERSÃO por Ivã Ribeiro/ Macacão DRESS TO/ Brinco FISZPAN/ Sandália VIZZANO/ Pulseiras ATELIER CHILAZE/ Óculos HAIGHT)

Depois que engrenou na carreira de modelo, Pâmela sentiu a necessidade de entrar na carreira de atriz, afinal, amava fazer comerciais com fala. Duas semanas após cogitar se inscrever em um curso de teatro, ela acabou passando nos testes de Malhação. Atualmente, ela dedica quase 100% do seu tempo para a carreira de atriz. “Quero atuar sempre, porque é isto que me move e é o que gosto de fazer. Mas também não quero me livrar do meu lado de modelo, amo tirar foto até hoje e para mim é como viver um papel também. O bom é que consigo fazer as duas paralelamente”, comentou. Sendo assim, após o termino da novela, Pâmela Tomé pretende fazer parte de algum espetáculo e ingressar no ramo do cinema. Vai que é a sua!

(Foto: Guilherme Lima/ Styling: Anderson Vescah/ Beleza: Walter Lobato/ Créditos: Camiseta A VERSÃO por Ivã Ribeiro/ Macacão DRESS TO/ Brinco FISZPAN/ Sandália VIZZANO/ Pulseiras ATELIER CHILAZE/ Óculos HAIGHT)

Ficha Técnica:

Atriz: Pamela Tomé
Foto: Guilherme Lima
Assistente de foto: Hugo Machado
Styling: Anderson Vescah
Produção: Lucas Bueno
Beleza: Walter Lobato ( agência Mood Glam )

Agradecimentos:

Hoteis Othon
Rio Othon Palace
Muniky Sena

Pesquisas relacionadas