Gente & Comportamento

É o fim: Mário Bulhões explica para o site HT por que resolveu fechar as portas da Pacha Búzios depois de oito anos de sucesso

Mas nem tudo está perdido: o empresário disse que agora vai se preparar para abrir uma nova casa, no mesmo lugar, mas com uma marca de sua própria criação.

Publicado em 16/05/2015 | Por Junior de Paula

Mário Bulhões: fim da Pacha Búzios

Mário Bulhões: fim da Pacha Búzios

Búzios acordou menos animada neste fim de semana. O motivo? Depois de quase oito anos de funcionamento na Rua das Pedras, em Búzios, o empresário Mário Bulhões decidiu fechar as portas da boate Pacha para criar sua própria marca, que funcionará no mesmo local. A única franquia da casa noturna espanhola no Rio de Janeiro encerra suas atividades em 6 de junho de 2015. Durante todo esse tempo de funcionamento, a boate atingiu números que impressionam: 450 djs, 658 festas, 620 mil pessoas e 5.900 horas de som ligado. O que vem pela frente? Os motivos? As noites memoráveis? Mário respondeu tudo isso pra gente. Vem!

HT: Por que encerrar a Pacha ainda no auge? Questões de renovação de contrato ou vontade de dar um outro passo?

MB: Após o sexto ano de operação, comecei a me sentir como uma babá que ama a criança que cuida mas sonha em ter seu próprio filho. Afinal, após tantos anos cuidando de uma franquia já me sentia pronto para ter minha própria marca, considerando todos os acertos e erros e projetando em um sonho ainda maior. Sem dúvida foi a decisão mais difícil de todas, abrir mão de uma marca que eu amo, com que tanto aprendi, que fez parte de quase um terço da minha vida. Mas nada melhor para o crescimento do que sair da zona de conforto e continuar sonhando.

HT: Você vai continuar ocupando o mesmo lugar com um novo empreendimento, certo? O que podemos esperar? O que muda lá dentro?

MB: A nova marca é o resultado de tudo que aprendi durante esses oito anos. O clube irá permanecer no mesmo local que será totalmente reformado. Vamos criar um ambiente que será uma experiência sensorial, como se você estivesse dentro de um aquário. Búzios terá um clube único.

HT: Quais foram as três noites mais especiais nestes seis anos?

MB: Difícil escolher, mas a primeira Festa do Branco, a apresentação do Avicii e a apresentação do Chuckie foram extremamente marcantes.

HT: Há algum tempo você vem tentando abrir algo no Rio. Por que ainda não rolou? E o que podemos esperar?

MB: Verdade. Tive dificuldade em achar o sócio certo para esse projeto. Mas agora finalmente consegui e vai rolar sim. Tudo na hora certa!

HT: Quais as dores e as delícias de se trabalhar como empresário da noite no Brasil?

MB: As dores sem dúvida são as burocracias que todos os empresários são obrigados a enfrentar no nosso país. As delícias, são inúmeras, mas conhecer pessoas e proporcionar alegria não tem preço.

Pesquisas relacionadas