Gente & Comportamento

Dr. Alessandro Martins tira dúvidas sobre exercícios depois de uma cirurgia plástica

O cirurgião plástico aborda questões sobre atividades, tempo necessário para que o paciente esteja apto a voltar à academia, benefícios e muitos mais. Vem ler!

Publicado em 22/01/2019 | Por Junior de Paula

*Por Dr. Alessandro Martins

Um tema que gera muitas perguntas nos consultórios dos cirurgiões plásticos é: qual deve ser o melhor momento de retorno à atividade física após uma cirurgia plástica? Em primeiro lugar, é importante ressaltar que a atividade física é importante não só para critérios de saúde, mas também essenciais para a melhora do resultado estético das cirurgias plásticas, pois ajuda na melhoria do contorno corporal. Claro que para definir o tempo certo do retorno a essas atividades, é preciso ter em conta qual seria o tipo de exercício e qual foi o procedimento a que o paciente foi submetido.

Em cirurgias mais simples, como a lipoaspiração e a prótese de mama, que na grande maioria não mexem com a parede muscular, a não ser quando as próteses de mama são colocadas no plano submuscular, e não no subglandular, o que deixa a recuperação mais demorada. Para a lipo e a prótese de mama mais simples, a recuperação fica em torno de 30-45 dias. Depois desse período, o paciente pode retornar às atividades. Respeitar esse prazo é necessário para uma cicatrização mais madura.

(Foto: Marcio Farias)

Quando a cirurgia incluir uma prótese submuscular, é recomendado um prazo maior, em torno de 60 dias, especialmente para exercícios de alto impacto, como musculação e cross fit, e atividades utilizando os membros superiores. Já quando o assunto é lipo, entretanto, como não ha interferência na parede muscular, estudos mostram que o retorno com cargas leves podem ter inicio em 15 dias.  A única coisa a observar é se o retorno prematuro pode aumentar ou não os nódulos subcutâneos, ou de fibrose, como são conhecidos, já que alguns pacientes podem estimular a cicatrização e formar esse nódulo. Mas essa não é a realidade da grande maioria dos pacientes, pelo contrário, a atividade física, dentro do prazo certo, não só melhora o resultado da lipo, como acelera o recuperação do inchaço, que é o edema, muito comum no pós-operatório dessas cirurgias.

Leia Mais: Com especialização em reconstrução de mama pós-mastectomia, dr. Alessandro Martins explica possibilidades, aponta pesquisas e afirma: “Nada é mais importante do que você ter a sua paciente feliz” 

Contato: Dr. Alessandro Martins

Facebook: clique aqui 
Instagram: @dr.alessandromartins

Pesquisas relacionadas