Gente & Comportamento

Day 7: festa Bailinho comemora dez anos de história na Arena Banco Original e reúne celebs na pista do Armazém. Veja quem foi!

De novatos a veteranos no evento de Rodrigo Penna, o festival promovido pelo banco Original recebeu um público animado na noite de sexta-feira. Na pista, os comentários positivos iam desde o repertório escolhido pelo DJ à brilhante cenografia e decoração do espaço

Publicado em 21/01/2017 | Por Julia Pimentel

Mais uma noite de Bailinho na Arena Banco Original e mais uma oportunidade de experiência multissensorial. Por lá, Rodrigo Penna, idealizador do evento que completa dez anos em 2017, promoveu um novo brinde aos nossos cinco sentidos. Seja na audição com seu repertório plural e eclético, na visão com a cenografia espetacular, no olfato com os aromas dos tradicionais incensos, no paladar com as balinhas e mimos oferecidos pela pista ou no tato, com as instalações pelo meio do Armazém 3, o Bailinho, mais uma vez, justificou o porquê de ser considerado um verdadeiro espetáculo artístico em forma de festa. Na pista da Arena Banco Original, celebs e convidados não pouparam energia e curtiram até o amanhecer as acertadíssimas escolhas musicais de Rodrigo Penna.

Festa Bailinho foi a atração e mais uma noite na Arena Banco Original (Foto: Felipe Panfili)

Veja como foi: Day 1: Arena Banco Original lota Armazém 3 no Boulevard Olímpico com show de Nando Reis e participação de Roberta Campos. Veja o que rolou!

Veja como foi: Day 2: Dando início à programação multicultural Fernanda Abreu recebe Toni Garrido e Fausto Fawcett no palco da Arena Banco Original

Entre os artistas que marcaram presença na noite do festival promovido pelo banco Original estavam os atores Henrique Dias e Ângelo Antônio e as atrizes Débora Bloch, Júlia Lemmertz, Mariana Lima, Cris Viana, Letícia Birkheuer e, claro, Luana Piovani, A loura, que é presença constante no evento de Rodrigo Penna, aproveitou mais uma noite de festa na Arena Banco Original. Acompanhada do marido Pedro Scooby, Luana, que também compareceu à edição da semana passada, contou porque não perde um Bailinho. “Eu adoro quando os amigos artistas vêm no Bailinho e dão as tradicionais canjas, como foi com a Baby do Brasil na semana passada. Mas eu não fico na expectativa por essas surpresas. O Bailinho, por si só, já é uma experiência maravilhosa”, disse. Prova dessa relação estreitíssima entre Luana Piovani, a festa e Rodrigo Penna é que o Bailinho já foi tema da comemoração de um dos aniversários da atriz. “Entre tantas histórias que eu tenho com esse evento, eu acho que quando o Rodrigo fez um aniversário meu foi o momento mais especial”, lembrou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja como foi: Day 3: Arena Banco Original antecipa o agito do Carnaval carioca e recebe ensaios dos blocos da Favorita e da Preta com participações de MC Leozinho e Araketu

Veja como foi: Day 4: Arena Banco Original comemora os cinco anos do projeto Sambabook em uma noite de homenagens ao gênero centenário. “O samba é a trilha sonora do brasileiro”, disse Arlindo Cruz

Assim como Luana Piovani quer estar em todas as edições da festa, Claudia Ferreira nos disse que a noite de ontem foi sua 10ª experiência no Bailinho. A carioca, que conhecemos na pista dançando muito ao som do repertório de Rodrigo Penna, definiu o evento como “um charme”. “A festa é uma graça, divertida e super bem produzida. É sempre uma delícia estar aqui Bailinho porque é uma festa que atende a todos os gostos”, analisou a convidada.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja como foi: Day 5: Comemoração dos dez anos da festa Bailinho agita a Arena Banco Original, reúne celebs na pista do Armazém e traz Lúcio Mauro Filho de DJ. Veja o que rolou!

Veja como foi: Day 6: festa Pôr do Samba volta ao calendário carioca na Arena Banco Original e promove encontro de Péricles, Teresa Cristina e Mosquito 

E, de fato, o repertório de Rodrigo Penna é um dos chamarizes do evento. Como o DJ e produtor musical havia explicado ao HT na última semana, suas escolhas musicais variam de acordo com a energia das pessoas na pista. Apesar de já vir com uma ideia de repertório, ele ressaltou que tudo pode mudar na hora durante a noite. “É totalmente intuitivo, cada baile é um baile. É difícil explicar o repertório porque eu não tenho um conceito. É claro que existem músicas que eu quero trazer e outras que eu tiro porque já foram a época. Mas não posso deixar de tocar os velhos hits que o público gosta. Por isso, eu acho que tenho que ser ousado, carinhoso e, principalmente, tocar para as mulheres. Afinal, o mundo é delas e o Bailinho é para elas”, explicou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja como foi: Humor na Arena Banco Original: Marcos Veras apresenta stand up comedy no Armazém 3 e aborda questões pessoais no palco, como infância e a recente separação

Conheça também: Arte, gastronomia e vista deslumbrante: conheça o Calçadão Original, espaço aberto ao público no Boulevard Olímpico que tem a pluralidade como conceito principal

Tatiana Yano, outra carioca que estava se divertindo bastante no Armazém 3, nos disse que era novata na experiência do Bailinho. Ela que, apesar de já conhecer a boa fama da festa nunca tinha ido, aproveitou a noite de comemoração dos dez anos de evento na Arena Banco Original para curtir acompanhada dos amigos. “Eles falaram que toca música de todos os gêneros e que é muito eclético. E eu estou vendo que é ainda mais maravilhoso em relação ao que eu esperava. Já superei minhas expectativas”, contou a carioca que também ressaltou o capricho de Rodrigo Penna no quesito decoração. “A cenografia é realmente um diferencial da festa. Eu já tinha visto fotos da semana passada, mas ao vivo é ainda mais interessante. Além de bonito, eu ainda achei a decoração muito interativa. Isso é super bacana”, afirmou animada.

Fernando Torquatto na Arena Banco Original (Foto: Felipe Panfili)

Leia também: Espetáculo infantil apresenta clássicos do samba aos pequenos e transforma o gênero centenário em um personagem de nove anos. Entenda!

Leia também: Bossa nova para as crianças: clássicos do gênero musical brasileiro costuram enredo infantil de espetáculo apresentado na Arena Banco Original

Hoje, a programação multicultural da Arena Banco Original continua a todo vapor. Neste sábado, Facundo Guerra inicia o dia de atrações no Armazém com palestra às 15h. Às 20h, será a vez do espetáculo “Chacrinha – o Musical” agitar a sala de teatro com capacidade para 480 pessoas. O show do dia ficará por conta de Frejat e sua convidada ilustre, Maria Gadú. Os músicos se apresentam às 23h com ingressos a partir de R$ 40,00. Por fim, o DJ Marcelinho da Lua volta à Arena para comandar o After Original. Nos vemos lá!

Leia também: Agenda Cultural: na Arena Banco Original, Frejat faz show com participação de Maria Gadú, festa Bailinho e musical do Chacrinha agitam o fim de semana multicultural. Fique por dentro das atrações!

Pesquisas relacionadas