Gente & Comportamento

#Atitude50: na maturidade – e sempre! – é preciso estar atento à prevenção do câncer de pele

"A expectativa é de mais de 160 mil casos de câncer de pele neste ano que se encerra agora. Para 2019 as previsões – acho que devido ao aquecimento global – são piores", alerta Kika Gama Lobo

Publicado em 21/12/2018 | Por Junior de Paula

Tudo começa em silêncio. Aparece uma pinta. Você nem nota. Depois ela cresce. Coça. Muda de formato. Sangra. Aí pode ser que você se toque. Mexe nela. Sente algo estranho. Vai ao dermatologista e já é tarde: câncer de pele. O EU TESTEI desta semana é sobre a importante prevenção do câncer de pele e a maneira criativa, bem bolada, sacada de mestre que a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) trata o assunto. Com campanhas em rádios, cinemas, jornais e sobretudo nas redes socias, a instituição que reúne dermatologistas sérios e credenciados – usa o mote SE EXPONHA, MAS NÃO SE QUEIME e as hashtags #dezembrolaranja #verãolaranja para alertar sobre esse problema que o brasileiro desdenha e minimiza. Levanta a mão quem não acha linda uma marquinha de biquíni? A face rosada? As pernas super bronzeadas? O erro começa pela aparência e loucuras são cometidas.

A dica proposta pela SBD, além de visitas regulares ao dermatologista, é usar chapéus de abas largas, óculos escuros, beber muita água, sempre procurar sombra, evitar exposição direta nos horários de 10 às 16 hs e usar diariamente filtro solar fator 30 e reaplica-lo a cada três horas sobretudo quando for mergulhar ou tiver contato direto com o suor. Roupas fechadas e proteção de mãos e rosto são indicadas para quem trabalha diariamente no sol.

Na maturidade, apesar de não existir um estudo focado especificamente para os 50+, o estrago é ainda maior. A pele já castigada de anos de exposição ao calor, fina pela falta de hormônios, muitas vezes já danificada por manchas, pintas de senilidade e desgaste do tempo, a mulher e o homem maduros sofrem ainda mais. A ida ao dermatologista se faz urgente.

A expectativa é de mais de 160 mil casos neste ano que se encerra agora. Para 2019 as previsões – acho que devido ao aquecimento global – são piores. Canceres tipo melanoma são os mais letais. Carcinoma basocelular e espinocelular também causam estrago, mas têm cura. Outra dica é ajudar outras pessoas a se olharem. Muitas vezes o indivíduo não consegue avaliar suas costas, região da careca, nuca – então investigar a pele do filho, marido, esposa, pais é cuidar, zelar pela pessoa que se ama.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia tem 9.400 associados, está presente em 23 estados e criou um site com dicas completas para sua prevenção. No Instagram está como @dermatogiasbd e o site é www.sbd.org.br

Vai lá!

Pesquisas relacionadas