Arte & Literatura

Os estudos de Salvatore Ferragamo sobre o equilíbrio corporal em uma megaexposição italiana

Obras de artistas icônicos como Picasso, Rodin, Matisse, Degas e Marina Abramovic giram em torno do equilíbrio corporal que tanto hipnotizou Salvatore

Publicado em 02/07/2014 | Por Alexandre Schnabl

*Por Bruno Andrade

Para quem estiver de passagem por Florença até o mês de abril de 2015 e tiver interesse em moda, em sapatos e no corpo humano, não pode deixar de fora do roteiro uma visita ao Museu Salvatore Ferragamo, que está recebendo desde o dia 19 de junho a exposição “Equilibrium”. Com curadoria de Stefania Ricci e Sergio Risaliti, a mostra reúne obras dos maiores nomes das artes de todos os tempos, como Edgar Degas, Auguste Rodin, Henri Matisse, Pablo Picasso e Marina Abramovic, que deve desembarcar no Brasil nesse próximo semestre.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Em um compilado que abrange o acervo de museus importantes, como o Museu de Orsay, em Paris, e várias galerias de artes distribuídas pela Europa, a exposição tem como tema o corpo humano e sua maneira de se movimentar, na figura de esculturas, fotografias, documentários, registros históricos e imagens de arquivos. Em uma das salas do Ferragamo, por exemplo, você poderá encontrar uma das obras mais importantes e mais famosas de Marina Abramovic em parceria com o também artista e eterno amante, Ulay. Depois de anos de tensão nessa relação, eles decidiram partir, um de cada lado da Grande Muralha da China e se encontrar na metade do caminho, para se despedir de uma vez por todas.

Em outra seção da exposição, é possível encontrar o trabalho do engenheiro, arquiteto, artista e escritor, Cecil Balmond que usou como base a autobiografia de Salvatore Ferragamo para fazer o estudo do equilíbrio na arquitetura. Já em outra sala, talvez a mais mágica de todas, você encontra a escultura de um acrobata flutuando no ar sustentado por uma fita. Feita por um dos artistas pops mais importantes da atualidade, George Segal, essa peça se une a algumas outras que parecem dançar ao seu redor e que foram feitas pelos escultores Marino Marini e Pericle Fazzini, em uma demonstração clara de como a arte pode ser um artifício mágico e colaborativo quando quer.

Salvatore Ferragamo foi um importante estilista italiano de sapatos, que tinha como premissa na vida ajudar as pessoas a andarem calçadas de maneira confortável e natural. Isso fez com que ele estudasse e pesquisasse os movimentos do corpo humano quando caminhava sobre um par de sapatos, correlacionando este movimento a outras linguagens como a arte, a moda, o cinema e a literatura. Desse equilíbrio sobre saltos chiques, elegantes e requintados, vem o nome da exposição, “Equilibrium”.

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Divulgação

 

SERVIÇO: 

Museu Salvatore Ferragamo

Florence, Palazzo Spini Feroni.

19 de Junho de 2014 – 12 de Abril de 2015

Pesquisas relacionadas