Arte & Literatura

‘Me sinto fortalecido pela coragem de não seguir o caminho mais fácil sem jamais desistir’, diz Fernando Torquatto

O beauty artist completa bodas de prata e logo mais recebe os amigos para o lançamento do art book, 'Torquatto', com uma exposição e noite de autógrafos, no Parque Lage, eternizando uma chancela

Publicado em 11/06/2019 | Por Heloisa Tolipan

São 25 anos de estrada. E acompanhamos cada passo de Fernando Torquatto. Sua trajetória é traduzida na essência de duas grandes artes: a dos pinceis e a das lentes. “Para ele, a maquiagem é mais do que a possibilidade de transformar e fazer mágica. E a fotografia é seu modo de eternizar a mágica”. As frases estão lá… bem na caixa do art book que o beauty artist que criou uma chancela respeitada nos brinda com as mais belas imagens de mulheres ícones nacionais e internacionais que tiveram a chance de entregar toda a beleza múltipla e repleta de identidade ao mago dos pinceis e das lentes. O art book é digno de Torquatto e de todos que brindam com ele esses 25 anos de carreira em universos que se cruzam e materializam as emoções, inspirações e a paixão desse grande artista brasileiro.

Por trás de toda aquela timidez que um dia eu conheci lá no passado e tive o prazer de ter os mais belos editorias na minha revista Glam, com 100 mil exemplares encartados no Jornal do Brasil, havia um ser humano com humildade e sede de aprender. Mais e mais. Torquatto, uma vida toda, transmitiu segurança com aquela voz baixa, gestos de um lorde e sorriso no rosto. Gentileza pura, sempre. Todos os amigos que irão hoje, terça-feira, ao Parque Lage brindar com ele as bodas de prata de sua trajetória têm uma opinião muito particular da experiência de ter sido maquiado ou fotografado pelo artista.

“Este livro materializa minhas emoções, minhas inspirações, o amor ao meu ofício e me aprendizado permanente como artista”, ele frisa na apresentação da publicação. E abre o coração com todos nós revelando que, volta e meia ainda lembra do menino Fernando aos sete anos. “Enquanto todos os meus irmãos e as crianças da vizinhança brincavam na rua, eu, muitas vezes, preferia ir para o meu quarto, onde costumava olhar pela janela o céu e pensava quando finalmente poderia começar a fazer algo para ser alguém especial, que pudesse ser reconhecido pelo trabalho e desse orgulho aos meus pais”.

Ao longo dos anos, Torquatto se tornou um dos grandes nomes do universo da beleza no país e muitos vão se emocionar além de ver os portraits mais incríveis do art book com as confidências na apresentação escritas por ele. Segue mais um trecho da imponente publicação que está em nossas mãos como um tesouro: “Lembro das incontáveis vezes em que me sentia diferente e deslocado. Um tanto melancólico até. Sempre fui muito sensível e, para vencer a introspecção, me inclinei a tudo que era ligado à arte e ela foi me interessando e tomando o lugar das brincadeiras coletivas de criança. Sem perceber eu consumia tudo o que me fizesse sonhar, não imaginando o fato de que aqueles momentos, absorvendo imagens, fossem se tornar o que sou e minha profissão”. Verdade, Fernando, Mas é uma realidade hoje. O art book enorme com capa azul e letras douradas é uma publicação da Luste Editores, com direção criativa de Clayton Carneiro e texto de Antonio Trigo, grande amigo e profissional de primeira. Vocês podem imaginar que são 200 cliques de celebridades, de Kate Moss a Chico Buarque. “Gosto de fazer um trabalho autoral. Essa direção criativa, que passa da produção de beleza até a execução, é uma das minhas atividades favoritas”, revela.

O santista que adotou o Rio de Janeiro é o primeiro brasileiro a fazer parte do time L’Oréal Professionnel, que conta com nomes importantes da beleza mundial. Proprietário do FT Studio, onde criou um espaço intimista para muitas consultorias também colaborou com infindáveis caracterizações de personagens de novelas da Globo – ‘A Cor do Pecado‘, ‘Queridos Amigos‘ e ‘Belíssima‘, entre outras. “Eu sempre me inspirei nas pessoas comuns na hora de caracterizar os personagens e, por fim, via o público se inspirando neles”, contou o artista.

Outro grande destaque na carreira de Torquatto foi no programa Super Bonita, do GNT, em que o maquiador desempenhou um novo papel na sua carreira, o de comunicador. Diante das câmeras deu dicas e auxiliou as convidadas a potencializar sua própria beleza de uma maneira clara, fácil e simples. É… o menino introspetivo voou alto, mas nunca perdendo sua essência.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Então, “a beleza e a fotografia me pegaram de jeito”, afirma Fernando, acrescentando em seu texto que foi assim que aprendeu a se comunicar com o mundo. “E quando para para pensar, noto que ainda hoje continuo me sentindo como aquele menino de outrora. Um homem que não é mais frágil, mas ainda assim um observador. Não apenas pelo sucesso que alcancei, mas principalmente pelas escolhas e pela coragem de não ter seguido o caminho mais fácil e também por ter me empenhado em seguir adiante sem ousar desistir dos meus sonhos”, frisa.

Estivemos com Fernando Torquatto, no DFB Festival 2019, em Fortaleza, no mês passado, plataforma multicultural que aposta na moda autoral e em diversas artes e atrai os holofotes da moda para o celeiro de talentos do Nordeste. Ele lançou o livro ‘Beleza integrada por Fernando Torquatto’, pela editora Senac. No livro, o autor comprova que o profissional do mundo da beleza enfrenta desafios inerentes aos novos tempos. A globalização, ao aproximar universos, exigindo uma linguagem própria ao mercado de trabalho. “A ideia foi abordar o meu processo criativo, desde que eu comecei e o que me influenciou. Acho que até hoje, o século 20, ainda permeia as linhas de criação para os designers e profissionais de beleza, mas sempre com um perfume fresh e renovado. Mas é bonito fazer uma conexão entre passado, presente e futuro”, nos disse.

O livro ‘Beleza Integrada’ no qual Fernando Torquatto faz um link entre história e a arte de realçar com seus pincéis as mais diversas belezas

Nesta obra, o leitor encontra um relato tanto sobre as tendências desde a década de 1910 até os anos 2000 sobre quanto a importância da pesquisa nessa área de trabalho é pura efervescência. “Eu faço uma passagem histórica, de mundo, linkando com a maquiagem. Falo das grandes divas do cinema e da música, da primeira loja de maquiagem no mundo. Porque as mulheres não podiam usar maquiagem nos anos 10, etc”, comentou. Na sequência, com toda a sua expertise nos confidenciou que o mundo virou um caldeirão de referências e ideias rompendo as barreiras. “Eu convidei a Letícia Birkheuer, super modelo e atriz, para posar de maneira cinematográfica com reinterpretações desde os anos 10 até 2000″.

A ideia é que cada profissional possa buscar suas referências e mergulhar. Este livro servirá de inspiração às pessoas interessadas em beleza de modo geral, mas especialmente aos profissionais da área, propondo uma evolução no status do profissional até então formado como técnico. Aquele que domina essa visão mais global garante uma imagem de beleza. A combinação de competências como cabelo e maquiagem é vista como um todo para um visual único e contemporâneo.

“No Brasil nós temos profissionais super bem capacitados, muito incríveis e talentosos. E ainda sentimos uma deficiência no mercado de beleza brasileiro, que cresceu muito rápido, sobre a questão de referências. Temos profissionais de primeira linha e, hoje em dia, tudo tem que ter uma proposta, uma ideia mais clara. E também com uma visão mais holística da mulher. Olhar para ela como um todo”, pontuou. Além de se manter inspirado e informado sobre os temas da atualidade, o profissional deve ter essa visão integrada da beleza mesmo que escolha focar um só aspecto da profissão. E transformar uma habilidade, muitas vezes natural, em competência significa fundir sensibilidade com capacidade técnica.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fernando o que ainda tem a dizer a milhares de pessoas que admiram seu trabalho? “Sentir o próprio eu. Ser feliz no que faz, ter orgulho da sua profissão. Ser uma pessoa íntegra e ciente do seu papel no mundo. Isso, certamente, é pura beleza. A moda é muito democrática. Hoje, você veste o que quer e é necessários sempre manter essa identidade. O ‘eu’ de cada um em sintonia com os cinco sentidos, apostando em uma alimentação saudável, bebendo muita água, aguçando o prazer do olhar, ouvir, tocar já faz o ser humano ser belo”. Com vocês, Fernando Torquatto, 25 anos de jornada. Que venham tantos outros!

Pesquisas relacionadas