Arte & Literatura

Artista consagrada na Europa por expressionismo abstrato, Paula Klien apresenta exposição “Fluvius”, no Rio

A mostra é composta por pinturas, digigrafias e um vídeo performance da artista pintando telas e papéis dentro de um rio. A exposição, com curadoria assinada por Denise Mattar, fica em cartaz até dia 26 de janeiro no Centro Cultural Correios

Publicado em 11/12/2019 | Por Heloisa Tolipan

*Por Karina Kuperman

Obras que parecem fotografias mas, olhando de perto, vê-se o minucioso trabalho de nanquim em telas. Assim é a exposição “Fluvius”, de Paula Klien, que reúne mais de 50 trabalhos recentes da artista, no Centro Cultural Correios, com curadoria de Denise Mattar. Paula tem trabalhado com o nanquim e “Fluvius” exibe um conjunto de suas novas pesquisas, com pinturas e digigrafias. “Essa exposição é composta por trabalhos inéditos, todos produzidos há pouco”, destaca a artista. Chama atenção, também, um vídeo performance de Paula pintando telas e papeis dentro de um rio e duas exuberantes raízes, que, segundo ela, “servem para proteger o rio das erosões e segurar a terra, evitando que o rio seja soterrado, deixando a água fluir”. “O trabalho da Paula tem qualidade de execução muito grande e encanta pela capacidade de fazer pensar”, diz Denise.

Paula Klien apresenta “Fluvius” (Foto: Divulgação)

Denise, que assina a curadoria da exposição em cartaz até dia 26 de janeiro de 2020, destaca: “Simbioticamente unidas, águas e raízes refletem bem esse momento do trabalho de Paula Klien, instável, sutil e delicado, mas também denso, intenso e profundo. São as águas mansas de um rio turbulento”.  As pinturas expressivas surgiram do mergulho de Paula Klien no seu mundo interior, sem deixar de lado espontaneidade do gesto que as criou. O resultado é uma variação monocromática rica. “Algo que todo mundo pergunta é sobre a presença das raízes no meio de uma exposição que fala sobre água, mas quando você tem um rio, o que segura a terra? São as raízes, elas seguram a terra para o rio fluir”, diz a curadora.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais do que a presença material da tinta, a intimidade imersiva da artista revelando a verdade universal da relação de cada homem consigo mesmo, do eu confrontado com a luta entre a constância e a impermanência, e a transcendência metafísica necessária para absorver o axioma irrefutável do “continuum” do universo, do planeta, do ser humano – e o contraste com a complexa vida que construímos baseados na ilusão da permanência. Esse expressionismo abstrato, aliás, foi o que fez com que o trabalho de Paula Klien tivesse imediata aceitação na Europa, o que acabou se desdobrando em um intenso período de exposições por lá, que ela vem realizando desde 2017 em cidades como Berlim, Londres e Buenos Aires.

(Foto: Divulgação)

No Brasil, além da participação em mostras e feiras, realizou a individual “Extremos Líquidos” na Casa de Cultura Laura Alvim, com curadoria de Marcus Lontra e foi a única artista brasileira convidada a participar da mostra Pincel Oriental, no Centro Cultural Correios do Rio em 2018.

(Foto: Divulgação)

Serviço:
“Fluvius” – exposição
Em cartaz de 4 de dezembro ate dia 26 de janeiro de 2020
Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro, Rio de Janeiro – RJ / Telefone: (21) 2253-1580
Horário: de terça-feira a domingo, das 12h às 19h
Entrada franca

Pesquisas relacionadas