Arte & Literatura

Agenda cultural: Mimo Festival espalha música gratuita pelo Rio, Arnaldo Antunes lança “Já é” e “Trans” repensa o gênero

E mais: veja os outros destaque da programação para cinema, teatro, exposições, baladas e shows

Publicado em 12/11/2015 | Por João Ker

A agenda cultural da semana vem com destaque para o Mimo Festival, que invade o Rio até domingo com uma programação extensa e completamente gratuita de música, ao mesmo tempo em que Arnaldo Antunes lança o espetáculo do disco “Já é”, no Circo Voador. Enquanto isso, a galera artsy levanta reflexões importantes sobre gênero através da exposição “Trans”. Abaixo, você confere os outros destaques da programação carioca dos cinemas aos palcos, das baladas aos teatros.

Agenda (2)

Cinema:

Os órfãos do Eldorado”: inspirado no livro de Milton Hatoum, Guilherme Coelho dirige o triângulo amoroso vivido por Dira Paes, Daniel de Oliveira e Mariana Rios, em meio à Amazônia. A história é densa e as performances incríveis do elenco se potencializam ainda mais quando comparadas.

Aliança do crime”: em mais uma metamorfose completa de visual, Johnny Depp volta ao mundo do crime organizado e quase que retoma sua empreitada em “Profissão de risco” (2001), mas agora na pele do temível gangster Whitey Bulger, um dos criminosos mais notórios de Boston. A direção de Scott Cooper mescla um pouco do jeito caricato do astro com pitadas de humor e, claro, muitas tomadas de ação e adrenalina, quase como se ele estivesse revisitando

“Amizade desfeita”: depois de a webcam invadir séries e videoclipes, sua primeira inserção de grande visibilidade é neste terror que traz para o centro de 2015 o estilo caseiro de filmagem. A história é um pouco absurda, mas nada como misturar tecnologias reais em um roteiro para que os jovens realmente sintam medo de algo.

Como sobreviver a um ataque zumbi”: imagine se colocassem na mesma panela “Todo mundo em pânico” e “The walking dead”. O resultado seria esse filme, que pega carona na onda dos zumbis, mas puxando o tema para a comédia. Infelizmente, não chega a ser um novo “Zombieland”, mas também diverte.

Música:

Mimo Festival: de sexta a domingo, o evento se espalha por vários pontos da cidade comemorando a história de seus 450 anos em uma programação completamente gratuita. No lineup, encontros musicais que vão do popular ao erudito, de Alceu Valença e Tom Zé a orquestras internacionais.

Agenda (9)

Arnaldo Antunes, Circo Voador: o eterno Mutante lança no sábado o show do seu novo disco “Já é” na lona da Lapa, onde pretende revisitar ainda os clássicos da carreira. Com cenário de Márcia Xavier e Anna Turra, o músico ainda conta com a participação de Chico Salem como atração de abertura.

Agenda (16)

Vanessa da Mata + Capital Inicial, Fundição Progresso: apesar de terem vibes diferentes, Vanessa e o Capital prometem um sábado com muita energia positiva e aquela penca de clássicos que todo mundo sabe cantar juntinho de cor e salteado.

Agenda (6)

Mulheres de Chico, Teatro Rival: comemorando uma década de folia, um dos blocos de carnaval mais tradicionais, lotados e aclamados do Rio de Janeiro lança seu novo álbum “MDC 10 anos”, com festa que promete ser tão animada quanto a saída na festa da carne.

Agenda (10)

Baladas:

Queremos 5 Anos, Sacadura 154: um dos mais importantes projetos de cultura há surgir no país nos últimos anos completa meia década de vinda, após trazer inúmeros artistas importantes para o cenário brasileiro. A comemoração, claro, não poderia ser pequena: no lineup de DJs, nomes como Nepal, Zeh Pretim e João Brasil, além de show exclusivo da Rhye, todos agitando o Centro do Rio hoje.

Agenda (2)

Prepara Egyto, Galpão da Ação da Cidadania: o bloco de carnaval que conquistou Caetano Veloso chega para mais uma edição de aquecimento pré-folia com bastante glitter e faraós seminus bailando pela pista. Para melhorar ainda o astral, a festa vem como apoio para o projeto “Prepara Nem”, que oferece cursos preparatórios para o ENEM a transgêneros em situação de vulnerabilidade social.

Agenda (17)

Boho, Paiol 08: além da clássica pista de pop que toca sempre o suprassumo das rádios, a balada também entra no clima de ansiedade para a folia de fevereiro e traz como companhia o Bloco Brasília Amarela, que, claro, toca bastante Mamonas Assassinas “e todo o rock descolado dos anos 90”.

Agenda (15)

Recalcada, Fosfobox: sábado é dia de funk no pixtão da Foxfo, com a balada mais famosa do gênero entre a galera alternativa do Rio. Naquele esquema que já é conhecido de quem curte o batidão, as pistas da casa se dividem entre o tamborzão e o melhor do pop.

Agenda (1)

Teatro:

O Impecável”, Teatro dos Quatro: na Gávea, Luiz Fernando Guimarães marca a sua volta aos palcos vivendo oito personagens diferentes que se esbarram em um salão de belezas onde tudo pode acontecer, sempre com muito bom humor e piadas ácidas. O texto é assinado pela dupla Charlos Möeller e Claudio Botelho, enquanto a direção fica a cargo de Marcus Alvisi. Aqui você lê uma entrevista exclusiva com Luiz sobre o espetáculo, a carreira, TV, redes sociais e muito mais.

luiz1

“Versão brasileira Möeller e Botelho – 25 anos de musicais”, Teatro Clara Nunes: ao lado de Malu Rodrigues, Claudio Botelho, apoiado pela direção do parceiro, relembra os principais espetáculos montados pela dupla ao longo desses 25 anos, com grandes produções da Broadway na lista. Claro, em suas versões brasilis.

Agenda (13)

Inquietos”, Teatro Vannucci: a Cia. Hátor monta um espetáculo sobre os encontros e desencontros do caos diário, a necessidade de rir dos mesmos e o cinismo das relações humanas. No elenco, Francine Thomas, Daniel Freitas e Fabiano Bernardelli, que foram dirigidos previamente por Marcos Barreto.

Agenda (8)

Arte:

Desde muito antes”, Gustavo Rebello Arte: Ferreira Gullar recebe homenagem dupla com uma antologia crítica e textos sobre arte escritos para o suplemento dominical do Jornal do Brasil, de 1956 a 1961, reunindo obras de artistas citados nas matérias, com nomes como Lygia Pape, Amilcar de Castro, João José Costa, Ivan Serpa e Aluísio Carvão.

Agenda (11)

Trans”, Galeria Artur Fidalgo: na individual de Victor Arruda, 11 obras recentes tratam o interesse do artista pela psicanálise, abordando especificamente a questão do gênero e seus reflexos na mente humana, revisitando ainda quadros importantes de sua produção desde os anos 70.

Agenda (12)

Imaginação”, Homegrown Tijuca: como o próprio nome sugere, a exposição de Márcio SWK tem como objetivo despertar a imaginação e as diferentes interpretações do público, através de uma pesquisa linguística que trabalha em cima de letras, cores e formatos abstratos.

Agenda (7)

Pesquisas relacionadas