Cinema & TV

Miguel Falabella prepara “Brasil a bordo” para a TV Globo e dispara: “O mundo está ignorante. O humor não pode ser politicamente correto”

"É uma rixa entre os velhos e os novos. Os velhos acham que arruinaram a companhia, que quebrou. E os novos, que são completamente incompetentes", adiantou o autor e ator sobre o novo seriado

Publicado em 14/02/2016 | Por Lucas Rezende

Logo, logo, “Pé na Cova” deixa a grade de quinta-feira da Rede Globo e Miguel Falabella, workaholic que é, já apresentou um novo projeto – aprovadíssimo pela alta cúpula, bom dizer: “Brasil a bordo”. “Fala de uma companhia aérea cujo tema é: ‘Prefere ir de ônibus?’. São daquelas coisas que eu gosto, né? É uma rixa entre os velhos e os novos. Os velhos acham que arruinaram a companhia, que quebrou. E os novos, que são completamente incompetentes. Do elenco, ainda não sei muito. Mas vai ter Arlete Salles e Ney Latorraca“, adiantou ao HT. Questionado se acha que o mundo está mais careta com a onda do politicamente correto (“Sexo e as Nega”, seu seriado, sofreu acuações de racismo), Miguel não titubeou:  “O mundo não está chato, está ignorante. As pessoas escrevem ‘gritão’ achando que é no passado. Lê na internet que você vai ver o que acontece. É uma loucura e, obviamente, a ignorância leva a esse tipo de coisa porque não há reflexão, humor – que não pode ser politicamente correto”.

Em tempo: “Pé na Cova”, último trabalho de Marília Pêra (1943-2015) na televisão, não encerrará a temporada com homenagem à atriz. Segundo Miguel, “a homenagem já está no trabalho dela” sendo mostrado.

Miguel Falabella (Foto: Marcello Sá Barretto/AgNews)

Miguel Falabella (Foto: Marcello Sá Barretto/AgNews)

Pesquisas relacionadas