ToliBlog

Porta dos Fundos ganha Emmy de comédia por especial de Natal e Porchat comemora: “Obrigado Jesus, você foi inspiração”

Além do canal de humor, o Brasil também foi vitorioso com "Hack the city", do National Geographic, na categoria de séries de curtas.

Publicado em 26/11/2019 | Por Heloisa Tolipan

*por Karina Kuperman

O canal de humor “Porta dos Fundos”, do Youtube, ganhou, na noite dessa segunda-feira, 25, o Emmy Internacional na categoria “Melhor comédia”, superando produções de países como Canadá, Singapura, Israel e outros. O vídeo premiado durante cerimônia realizada em Nova York, Estados Unidos, foi o especial de Natal “Se beber, não ceie”, uma sátira de inspiração bíblica, em que os apóstolos acordam de ressaca no dia seguinte à Última Ceia e percebem que Jesus Cristo sumiu. No Instagram, Fábio Porchat comemorou o troféu: “Bom, sei lá. Ganhamos o Emmy de melhor comédia. Obrigado a todos do Porta dos Fundos, o melhor lugar que um comediante podia estar no mundo. E, por que não, obrigado Jesus, você foi uma inspiração!”, disse.

Porchat brinca com o troféu (Foto: Reprodução/Instagram)

No discurso, Porchat brincou: “Obrigado, Jesus. Obrigado, Viacom. Obrigado, Netflix. Obrigado, equipe. O livro está em cima da mesa. O céu é azul. Eu me chamo Fábio, e você? Que bom te conhecer. Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez”, brincou, com frases que todo iniciante aprende ao começar a estudar inglês. Antônio Tabet também se pronunciou: “Pensando em terminar todas as minhas discussões a partir de hoje com ‘é… mas eu ganhei um Emmy’. A menos que a discussão seja com a Meryl Streep, claro”, brincou. O Brasil também foi vitorioso com “Hack the city”, do National Geographic, na categoria de séries de curtas.

Porchat, Gregório Duvivier e Antonio Tabet com o prêmio (Foto: Reprodução/Instagram)

Criado em 1973, o Emmy é, atualmente, a premiação mais importante da televisão mundial e é dedicado aos programas de TV produzidos e exibidos fora dos Estados Unidos. Esse ano, foram 44 indicados de 21 países divididos em 11 categorias. O Grupo Globo concorria em três delas – como melhor minissérie ou filme para TV por “Se Eu Fechar os Olhos Agora”, melhor atriz pela atuação de Marjorie Estiano na série “Sob Pressão” e melhor documentário por “A primeira pedra”, do Canal Futura. Os prêmios foram, respectivamente, para a série australiana “Safe harbour”, a atriz húngara Marina Gea por seu papel em “Örök Tél” (Inverno eterno) e o documentário “Bellingcat – Truth in a post-truth world”, da Holanda. O Brasil concorria, ainda, com Raphael Logam como melhor ator pela série “Impuros”, da Fox, programa de arte por “Ópera aberta – Os pescadores de pérolas”, da HBO e série dramática por “1 contra todos”, da Fox.

Veja, abaixo, o vídeo vencedor do “Porta dos Fundos”:

Pesquisas relacionadas