Gente & Comportamento

Dr. Gabriel Basílio tira dúvidas sobre lifting cervical e rejuvenescimento do pescoço

O cirurgião plástico responde à seguinte pergunta em sua coluna desta quinzena: "Existem pessoas que não demonstram muito envelhecimento na face, mas sim no pescoço. É possível uma intervenção somente nessa área sem mostrar tanta diferença com a face?"

Publicado em 04/12/2018 | Por Junior de Paula

*Por Dr. Gabriel Basílio

O Lifting cervical é a cirurgia de rejuvenescimento da área do pescoço. A gente divide o rosto – ou a cabeça – em 3 terços: o terço superior, que começa no supercílio e vai até raiz do cabelo, depois, o que vai do supercílio até a base do nariz, e, por fim, da base do nariz até o queixo. Quando se fala do terço inferior, se refere, também, à região do pescoço. Aqui, antes de tudo, é preciso destacar que as pessoas envelhecem de forma diferente, de acordo com as suas características genéticas e à exposição ao meio externo de diferentes modos. Ninguém envelhece exatamente da mesma forma. Até pessoas gêmeas, univitelinas, sentem a ação do tempo na pele de jeitos diferentes. Uma pode fumar, outra se expõe ao sol, uma trabalha em escritório, outra na rua, e assim por diante.

Leia Mais: Dr. Gabriel Basílio explica o que é curoplastia, cirurgia muito procurada por mulheres

(Foto: Marcio Farias)

Essas pequenas diferenças, portanto, agem no nosso corpo, alem da carga genética. Durante o processo de envelhecimento do paciente, de readaptação muscular, o envelhecimento deve ser avaliado em conjunto, desde o remodelamento ósseo, da ação muscular, da evolução dos compartimentos de gordura da face e da pele propriamente dita. É possível, portanto, fazer um lifting da parte superior do supercilio e da testa, o frontal, um lifting valorizando o terço medio, da região dos malares, da bochecha, com incisões atrás da orelha, e do angulo de mandíbula, que baixa o bigode chinês, para não tornar tão aparente. Ou, por fim, um lifting cervical, onde as incisões, podem ser isoladas ou concomitantes, ficam escondidas atrás da orelha, na raiz do cabelo, de uma maneira muito discreta e natural. A gente vai aumentando a cicatriz mediante a necessidade de tração e recolocação das estruturas em posições mais vantajosas e mais harmônicas.

Leia Mais: Dr. Gabriel Basílio fala sobre a lipoaspiração na papada e nos braços

Então , sim é possível fazer só um lifting cervical para rejuvenescimento da papada e ruguinhas no pescoço. Existem também outras técnicas, como trabalhar bioestimuladores de colágeno, como hidroxiapatita e de ácido polilatico, ou até mesmo hidratação e injeção de gordura, que dá um viço para a pele muito bacana.

Leia também: Focado em exaltar o lado humano da cirurgia plástica, dr. Gabriel Basílio é focado em operação craniofacial e acredita na experiência da profissão: “Uma carreira precisa ser construída”

Contato: dr. Gabriel Basílio

Telefone: (21) 2286-1692
Facebook: clique aqui
Instagram: @drgabrielbasilio

Pesquisas relacionadas